X

Medvedev descreve: 'Condições lentas. Bolas mortas'

Sábado, 27 de novembro 2021 às 21:34:23 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Depois de garantir a vitória da Rússia na estreia das finais da Copa Davis, Daniil Medvedev comentou sobre o triunfo diante do Equador e das condições de jogo em Madri, na Espanha, da competição entre países.



A Rússia define uma vaga nas quartas contra a Espanha: "A verdade é que estou bastante contente com o meu nível. Não cometi muitos erros, foi um jogo sólido. Acho que o Emilio (Gómez) estava bastante cansado depois do dia de ontem. Quando você joga muitos torneios ATP acaba se acostumando às vezes terminar por volta da meia-noite, mas me lembro que nas primeiras cinco vezes que tive que terminar um jogo nessas horas, no dia seguinte fiquei arrasado. Na maioria das vezes não conseguia jogar no meu melhor nível, e acho foi o que aconteceu com ele. Ontem ele terminou atrasado, mas jogou um jogo incrível. Hoje eu o mantive sob controle o tempo todo, pude ver para onde ele queria direcionar seus chutes, o que ele queria fazer. Estou feliz com meu nível porque a Copa Davis na maioria das vezes é sobre sensações, os jogadores do ranking mais baixo jogam em um nível incrível. Eu estava preparado para isso acontecer, então queria ser preciso do primeiro ao último ponto. "

"O ambiente hoje estava muito bom, você poderia dizer que havia várias pessoas. É ótimo, porque é uma Rússia x Equador em Madrid: você não sabe o que esperar disso. Fico feliz em ver que havia tanto público para nós, foi muito bom. É claro que amanhã veremos um cheio ou quase cheio, mas quase tudo contra nós. Bem, não contra nós, com a Espanha. Já experimentei essa sensação muitas vezes ultimamente, então estarei preparado (risos). O mais importante é conseguir esses pontos e a vitória. "

Sobre a quadra, ele comentou: "As quadras são muito lentas. Acho que são muito lentas, o que é estranho porque nos treinos não me pareceram assim, mas um jogo é sempre diferente de um treino. Hoje eu senti: saquei primeiro, logo após o aquecimento , e olhei para as bolas pensando: “elas estão mortas e temos que jogar sete partidas com elas”. A quadra de Paris também estava lenta e na minha opinião é praticamente igual a lá, porque mesmo assim o saque voa rápido, ainda é uma quadra dura dentro de casa. Ao mesmo tempo, você sente que é impossível fazer uma tacada vitoriosa em uma troca, as partidas são decididas mais por erros, como vimos hoje. Acho que isso vai levar a muito e muitos jogos de desgaste. "

banner
banner