X

Fora da curva 

Sexta, 03 de junho 2022 às 14:27:30 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Gilbert Bang - A curvinha do pé (arco plantar) desenvolve-se à medida que os ossos dos pés vão se formando e suportando o peso corporal.



Seu papel é voltado para suportar forças de compressão e tração, armazenar e transferir energia para aceleração e desaceleração de movimentos. Lesões, malformações ou atraso no desenvolvimento modificam a estrutura e prejudicarão o desempenho dos pés e, secundariamente, todo o alinhamento corporal.  

O osso navicular é a estrutura fundamental do arco plantar e qualquer doença que o acometa resultará em algum grau de incapacidade e de dor crônica. A dor pode aparecer muito tempo depois do início de uma lesão ou de um processo de sobrecarga. Da mesma forma, os exames de imagem podem não demonstrar alterações em fase inicial de doenças.  

Por que dói se meu exame deu normal ?  
Por que o exame não mostrou a lesão no começo ? 
Por que só apareceu agora ? 
Eu não sinto nada e meu exame está cheio de alterações! 
Eu sinto muita dor e deve ser por tudo que está aí no exame! 


Não é melhor já fazer uma ressonância ?  

Você já deve ter vivido alguma dessas situações acima. A dissociação clínico-radiológica é um ponto frequente no dia a dia da saúde e costumo resumir em duas frases:  
- nem tudo que você sente vai aparecer no exame; 


- nem tudo que aparece no exame, você sente e precisa ser tratado (ou operado). 

Dizem, há 17 anos, que Rafael Nadal tem uma necrose no osso navicular – a síndrome de Müeller-Weiss. Pela biomecânica, seu desempenho seria limitado. Pelas competições, a adrenalina até contribui para o alívio parcial da dor. Pela literatura médica, já estaria operado em 2005 (ou pouco depois).  

Alguns (ou muitos) se prendem aos resultados de exames e buscam incessantemente alguma anormalidade que justifique seus sintomas. Acreditam que o tratamento só estará completo se aquela alteração não aparecer mais nas imagens de tomografia ou ressonância magnética. Porém nem sempre a cirurgia elimina a dor. O problema estrutural pode ser eliminado, mas a dor também envolve questões funcionais. 

Antes de uma cirurgia, quando possível, diversas modalidades terapêuticas são empregadas a fim de tratar a dor e preservar a estrutura original do nosso corpo e, por enquanto, a versão original de Nadal é ser fora da curva.  

Sobre Gilbert Bang

Gilbert Bang é médico fisiatra, mestre em Ortopedia e Traumatologia, médico do Centro de Reabilitação do Hospital Albert Einstein (SP), membro da Society for Tennis Medicine and Science (STMS).

Fale com o Bang: gilbertbang@hotmail.com

banner
banner