X

Filha do craque Alex fura o quali e disputa a 34ª edição do Bahia Juniors Cup

Domingo, 30 de setembro 2018 às 17:27:47 AMT

Link Curto:

Tênis Juvenil

O Bahia Juniors Cup está em sua 34ª edição e tem tradição por revelar grandes nomes do tênis nacional e mundial e também é uma grande oportunidade para os jovens talentos. Neste domingo duas delas, uma de 14 anos e outra de 13, se deram bem ao arriscarem jogar a competição principal até 18 anos, passaram a fase qualificatória e garantiram vaga na chave principal que larga nesta segunda-feira nas quadras do Clube Bahiano de Tênis, no bairro da Graça, em Salvador (BA).



Filha do ex-craque de futebol Alex, que jogou pelo Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo, Coritiba e Fenerbache, da Turquia, a paranaense Maria Mauad, de apenas 14 anos, superou a segunda favorita, Maria Oliveira, por 6/0 6/1: "Estou muito feliz, não sei explicar a sensação, não vim com a expectativa de furar o quali, agora furei, estou muito motivada, vou poder jogar dupla com minha amiga a Ana Candiotto, agora tomara que siga assim", vibrou Mauad: "Esse resultado me motiva e hoje a motivação foi fundamental pois no começo do ano perdi muitos jogos, abaixei o nível, mês passado tive uma fratura por estresse no dedão do pé direito, então esse resultado está me ajudando a voltar nos eixos".

Mauad morou por oito anos na Turquia quando seu pai fez sucesso por um dos clubes mais popular daquele país. Ela ainda fala um pouco da língua e traz gritos de motivação ao longo de seus jogos como "Haid!", um grito até parecido com o Adje cantado pelos sérvios o qual tem inspiração por Novak Djokovic: "Gosto muito da Simona Halep, gosto da gana dela, em termos de jogo é no Djokovic, ele é o melhor de todos, tenta deslizar na quadra rápida, mas ainda não consegui fazer isso (risos)".

Com apenas 13 anos de idade, a tenista de Caxias do Sul (RS), Amanda Oliveira, que treina há quatro meses no Rio de Janeiro, também disputa seu primeiro evento ITF e passou o quali ao derrotar a terceira favorita, Livia Cavalcanti, por 6/1 6/3 e comemorou a oportunidade: "Muito boa a sensação poder jogar meu primeiro torneio mundial, o jogo de hoje foi muito bom, consegui sentir bem a bola. Tentei mexer bastante ela, agredir com a direita", disse a jovem que ainda espera adversária e coloca os pés no chão para disputar a chave principal: "Vou sem expectativa pensando jogo a jogo".

Outras duas brasileiras garantiram vaga na chave. Isabela Fioravanti passou pela canadense Zoe Correa por 6/4 4/6 6/2 e Ana Candiotto confirmou o favoritismo derrotando Maria Salomão por 6/2 6/3.

No masculino não deu para o baiano de Jequié, Gustavo Campos. Ele foi derrotado na final do quali diante do paranaense João Duleba, oitavo favorito, por um duplo 6/3. Gustavo Magalhães marcou 6/3 6/4 sobre André Souza, João Guariente fez 6/2 7/5 sobre Pedro França e Herick Isago.

A 34ª edição do Bahia Juniors Cup tem a presença de 307 atletas de 15 países (Brasil, Rússia, Colômbia, Peru, Argentina, Paraguai, Holanda, Polônia, Estados Unidos, Finlândia, Chile, Grã-Bretanha, Canadá, Índia e Bolívia) dos 9 até os 18 anos de idade, um aumento de 50% em relação ao ano de 2017. As chaves principais serão sorteadas no fim da tarde deste domingo e começam na segunda-feira, dia 1º, finalizando no sábado, dia 6.

O Bahia Juniors Cup é um celeiro de craques do tênis brasileiro. Além de ter revelado Gustavo Kuerten a competição foi palco em 2016 do primeiro título a nível mundial para o paranaense Thiago Wild que derrotou o jogador que hoje é número dois do mundo, o argentino Sebastian Baez. O garoto que hoje tem 18 anos se sagrou campeão do US Open há pouco mais de uma semana se tornando o primeiro brasileiro campeão do Slam no júnior e apenas segundo brasileiro a levantar um Major no juvenil. O torneio baiano é especial na carreira do tenista que a partir de agora se dedicará integralmente ao profissional.

Resultados 34ª edição Bahia Juniors Cup - Qualifying - Domingo (30/09):

18 anos - Masculino

(2) Herick Isago (BRA) x Gustavo Deszczynski (BRA)

(8) João Duleba (BRA) 6/3 6/3 Gustavo Campos (BRA)

João Guariente (BRA) 6/2 7/5 Pedro França (BRA)

Gustavo Magalhães (BRA) 6/3 6/4 (4) André Silva (BRA)

18 anos - Feminino

(1) Ana Candiotto (BRA) 6/2 6/3 Maria Salomão (BRA)

Maria Mauad (BRA) 6/0 6/1 (2) Maria Oliveira (BRA)

Amanda de Oliveira (BRA) 6/1 6/3 (3) Livia Cavalcanti (BRA)

Isabela Fioravanti (BRA) 6/4 4/6 6/2 Zoe Correa (CAN)

 

14 anos Masculino

Breno Braga (BRA) 2/6 6/4 6/2 João Farinon (BRA)

João Sarracine de Souza (BRA) 6/1 6/2 Luca Pignaton (BRA)

Pedro Pinto (BRA) 6/1 6/0 Luis Nascimento (BRA)

João Fonseca (BRA) 6/0 6/1 Diogo Amaro (BRA)

16 Anos Masculino

Luca Lima (BRA) 6/2 6/2 Arthur Chagas (BRA)

Tasso Moreira (BRA) 7/5 6/3 Paulo Calarge (BRA)

Bernardo Wolff (BRA) 6/2 6/3 Diogo Xavier (BRA)

Rafael Costa (BRA) x Lucas Almeida (BRA)

banner
banner