X

Orlandinho sai satisfeito do Rio e evita metas no ano: 'Números só te atrasam'

Sábado, 18 de fevereiro 2017 às 15:31:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Fabrizio Gallas - Após a apertada derrota por 5/7 6/3 6/4 após 2h17min para o argentino Guido Andreozzi na estreia do quali do Rio Open, Orlando Luz saiu satisfeito com o desempenho e animado para a temporada que para ele acabou de começar.



"Joguei muito bem hoje, melhor do que ano passado, tive alguns altos e baixos, ele também, ele tirou umas bolas muito mágicas no fim do terceiro set que lhe deram a vitória. Tava bem quente, mas deu pra aguentar, os dois sentiram a mesma coisa", disse o jovem de 19 anos número 542 da ATP.

Orlandinho se anima para a disputa de sua primeira chave de ATP em São Paulo, no Brasil Open, dentro de nove dias: "É trabalhar para jogar em São Paulo. Já comecei melhor que ano passado, fisicamente, tecnicamente, espero fazer um bom jogo em São Paulo como fiz aqui, se Deus quiser espero ganhar, mas se jogar bem tenho mais chances de ganhar."

O gaúcho de Carazinho destacou o trabalho na parte física para ficar mais rápido e forte e não quis colocar uma meta de ranking: "Na pré-temporada trabalhamos muito físico pois pra jogar por exemplo nesse sol ajuda bastante na cabeça também para pensar e fazer as coisas certas . Fizemos um trabalho em todas as partes do corpo, pra aguentar, ficar mais rápido, sete semanas trabalhando . Difícil colocar metas um game poderia ter me feito subir umas 50 posições hoje. Minha meta sempre foi jogar sempre melhor o jogo do que o anterior, evoluindo a cada jogo, isso vai me levar pra frente. Pensar em números (de ranking) às vezes só te atrasa. Se jogar bem como fiz hoje consequentemente vou subir".

banner
banner