X

Djokovic alcança, em Wimbledon, sua 50ª quartas de Grand Slam

Segunda, 05 de julho 2021 às 11:27:59 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Com mais uma exibição sólida e sustos apenas no segundo set, o número 1 do mundo Novak Djokovic garantiu vaga nas quartas de final de Wimbledon nesta segunda-feira atuando pela quadra central do All England Club.



Leia Mais:

Djokovic desabafa por torcida contra em seus jogos

Fucsovics vence Rublev em cinco sets, quebra jejum de 73 anos e encara Djokovic

 

O sérvio marcou 3 sets a 0 sobre o chileno Cristian Garin, 20º do mundo e 17º favorito, com parciais de 6/2 6/4 6/2 após 1h48min de duração.

Nole atinge sua 18ª vitória seguida em Grand Slams e atinge a 50ª quartas de final neste tipo de torneio, que são os maiores do mundo. Ele vem do título do Australian Open, Roland Garros e agora mais quatro triunfos na grama sagrada britânica. Já são 99 vitórias na grama do pentacampeão de Wimbledon e 314 em Slams onde busca seu 20º troféu para igualar com Rafael Nadal e Roger Federer. Esta é sua 965ª vitória na carreira.

Nole encara o húngaro Marton Fucsovics, 48º, que derrotou em cinco sets o russo Andrey Rublev. Djoko lidera por 2 a 0 os encontros entre eles.

O jogo

Garín começou nervoso, dando dupla-falta e não conseguindo trocar bolas com o sérvio. Rapidamente djokovic abriu 5 a 1 e fechou a primeira parcial com 6/2 em 23 minutos aplicando 71% do primeiro saque.

Na segunda etapa Garín confirmou o primeiro game e pressionou o saque de Djokovic. Teve chances de quebra, mas Nole tirou bons serviços. O set foi paralisado por conta de uma leve garoa e retomado cinco minutos depois. Os dois tiveram games muito duros no saque até Garín falhar no 4 a 4, dar uma dupla-falta no 15/30 e ser quebrado. Djokovic não titubeou e fechou por 6/4 no serviço.

Confiante e com placar bem favorável, Djokovic voltou a aplicar seu melhor tênis, saiu quebrando no primeiro game, depois no quinto e abriu 5 a 1 com rapidez e definiu sem mais problemas por 6/2.

banner
banner