X

Brasileira e alemã levam o título em Niterói. Final masculina entre favoritos

Domingo, 28 de abril 2019 às 22:31:36 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O Brasil ficou com o título na chave feminina profissional do Rio Beach Tennis Tour, torneio ITF mundial com premiação de US$ 3 mil mais hospedagem aos principais atletas.O evento conta com o patrocínio da Secretaria de Esportes e Lazer do município de Niterói (RJ) e é disputado na charmosa praia de São Francisco.



A paranaense Raffaella Miiller, hoje radicada em Miami, nos EUA, e a alemã Maraike Biglmaier, ex-número 1 do mundo, superaram na final a ex-líder do ranking, a carioca Joana Cortez, oitava do mundo, e a paranaense Marcela Vita, 11ª, por 2 sets a 0 com parciais de 6/3 6/0.

A dupla com a brasileira quarta do mundo e a germânica quinta colocada engata a segunda conquista consecutiva e vão marcar 90 pontos no ranking mundial da Federação Internacional de Tênis. Elas foram as campeãs em novembro do ano passado em um dos maiores eventos do mundo, em Aruba, no Caribe. Rafa, Vita e Joana Cortez fizeram parte da Seleção Brasileira campeã Mundial por equipes ano passado em Moscou, na Rússia.

"Todos os jogos são duros, temos que entrar focadas para ganhar. Elas cometeram um pouco mais de erros que o normal, o resultado acabou sendo um pouco mais dilatado", disse Rafa: "Pudemos ver que todas nós estávamos cansadas, elas um pouco mais que nós, elas erraram um pouco mais que o normal, tivemos um placar mais elástico, mas vários games com iguais e essa pequena diferença desses pontos importantes resultaram no placar", complementou Biglmaier.

"Sempre incrível ser campeã e vamos com muita confiança para a próxima semana, foi um perfeito começo aqui no estado do Rio," seguiu a alemã que vai curtir a conquista e aproveitar as belezas de Niterói nesta segunda-feira: "Um pouco de celebração hoje à noite, amanhã um dia de folga, talvez vamos ver algumas praias aqui por Niterói e mais lugares pois quando estamos jogando o torneio não conseguimos ver nada".

Para Miiller, o triunfo é importante por conta do forte evento que contou com duplas como as italianas Nicole Nobile, sétima do mundo, e Veronica Casadei, 13ª, eliminadas na semifinal por Cortez e Vita, e a dupla das italianas Eva D´Elia e Veronica Visani, nonas do mundo, eliminadas nas quartas pelas russas Irina Gllimakova/Daria Churakova.

"O nível da competição tava fortíssimo, vieram praticamente todas as melhores jogadoras do Brasil e também várias do melhor nível mundial. Para nós é muito importante ter esse ritmo de jogo pois treinamos separadas", seguiu Rafa.

Final masculina adiada para segunda-feira com presença de favoritos italianos e russo . Brasileiros eliminados na semi

 

 

 

A dupla campeã do masculino será definida apenas nesta segunda-feira às 9h45 por conta da falta de luz natural. Na semifinal as duplas estrangeiras superaram as brasileiras. Melhor dupla do mundo, o russo Nikita Burmakin, segundo do ranking, e o italiano Tomaso Giovannini, terceiro, venceram batalha de quase três horas contra os santistas Marcus Ferreira e Thales Santos por 7/6 (7/3) 6/7 6/2. Thales e Marcus superaram nas quartas de final por 2/6 7/5 6/4 a dupla que vinha de trêes títulos seguidos do catarinense André Baran, cria de Gustavo Kuerten e Larri Passos no tênis e do número 1 nacional, Vinicius Font. Burmakin vai em busca do título que lhe dará a chance de voltar ao topo do mundo. Os italianos Luca Cramarossa, quinto do mundo e ex-líder do ranking, e Mikael Alessi, atual campeão do mundo e sexto do ranking, superaram o niteroiense Ralff Abreu e o carioca Diogo Carneiro por 6/4 6/3 em partida com grande apoio da torcida aos beachtenistas da casa.

"Foi bem difícil hoje, sol muito forte, nossos oponentes da semifinal jogaram muito bem, conseguimos sobreviver. Tivemos sorte no começo do segundo set vencendo games de iguais para conseguir a quebra, depois que abrimos vantagem . O placar de 6/2 não mostra o que foi também o set", disse Burmakin: "Ganhar o torneio me dará boa condição de virar o número 1 e vamos fazer nosso melhor na final que será bem dura contra oponentes bem complicados".

Cramarossa, que foi campeão em 2017 em Niterói, destacou os pontos positivos para a vitória mesmo com torcida contra: "Foi uma semi muito difícil eu e meu parceiro jogamos muito bem, conseguimos devolver muito bem o saque deles e sacamos muito bem também, determinante para a vitória. Foi difícil pois está muito quente e essa época é bem frio na Itália e jogar fora de nosso país não é fácil pois a torcida está contra, mas fomos muito bem. Enfretamos nossos amigos Nikita e Tomaso e sem dúvida será um jogo bem complicado, esperamos jogar bem para ganhar o torneio".

A competição conta com 282 atletas de 11 países e dez jogadores no top 10 do masculino e feminino. Além do Brasil o evento tem jogadores da França, Rússia, Alemanha, Chile, Argentina, Venezuela, México, Letônia e África do Sul.

Dupla carioca leva o título no ITF US$ 0 e soma pontos no ranking

 

 

A dupla formada pelo carioca Luiz Gimpel e o baiano radicado no Rio de Janeiro, Kuteer Vollmer, marcou um duplo 6/3 contra os campineiros Gabriel Santos/Flavio Arouca e levaram o título do torneio ITF US$ 0. Eles irão marcar 10 pontos no ranking mundial. No torneio ITF US$ 3 mil eles perderam nas oitavas diante da dupla número 1 do mundo formada pelo russo Nikita Burmakin e o italiano Tomaso Giovannini.

"A final foi bem dura apesar do placar não mostrar isso. Feliz com esses pontos para avançar no ranking. No torneio ITF US$ 3 mil perdemos um jogo duro contra os melhores do mundo, acabamos quebrados no 5/5 e no segundo set não fomos bem. Valeu a experiência e agora é seguir com tudo no circuito. Treinamos juntos no Rio e agora é seguir evoluindo", disse Vollmer.

No feminino o troféu ficou com a venezuelana Maria Ceballos e a argentina Jessica Orselli que derrotaram a dupla formada pelas cariocas Nathália Costa e Paula Cortez por 7/5 1/6 7/6 (7/3).

Resultados ITF US$ 3 mil - Sábado (28/04):

Masculino

Final

(1) Nikita Burmakin/Tomaso Giovannini (RUS/ITA) x (2) Luca Cramarossa/Mikael Alessi (ITA) - Final nesta Segunda-Feira às 9h45

Semi Final

(1) Nikita Burmakin/Tomaso Giovannini (RUS/ITA) 7/6(3) 6/7 6/2 (3) Marcus Ferreira/Thales Santos (BRA)

(2) Luca Cramarossa/Mikael Alessi (ITA) 6/4 6/3 (6) Diogo Carneiro/Ralff Abreu (BRA)

Quartas de Final

(1) Nikita Burmakin/Tomaso Giovannini (RUS/ITA) 7/5 7/5 (7) Raffael Agulha/Alan Oliveira (BRA)

(3) Marcus Ferreira/Thales Santos (BRA) 2/6 7/5 6/4 (5) Vinicius Font/André Baran (BRA)

(6) Diogo Carneiro/Ralff Abreu (BRA) 7/6 6/3 (4) Theo Irigaray/Mathieu Guegano (FRA)

(2) Luca Cramarossa/Mikael Alessi (ITA) 1/6 6/3 6/3 (8) Alex Mingozzi/Daniel Schmitt (ITA/BRA)

Feminino

Final

(1) Raffaela Miiller/Maraike Biglmaier (BRA/ALE) 6/3 6/0 (3) Joana Cortez/Marcela Vita (BRA)

Semi Final

(1) Raffaela Miiller/Maraike Biglmaier (BRA/ALE) 6/1 7/6 (5) (4) Nicole Nobile/Veronica Casadei (ITA)

(3) Joana Cortez/Marcela Vita (BRA) 6/2 6/3 Irina Gllimakova/Daria Churakova (RUS)

Quartas de Final

(1) Raffaela Miiller/Maraike Biglmaier (BRA/ALE) 6/3 7/5 (6) Samantha Barijan/Flavia Muniz (BRA)

(4) Nicole Nobile/Veronica Casadei (ITA) 6/1 6/0 Paula Cortez/Nathalia Costa (BRA)

Irina Gllimakova/Daria Churakova (RUS) 7/6 (6) 4/6 6/4 (2) Eva D´Elia/Veronica Visani (ITA)

(3) Joana Cortez/Marcela Vita (BRA) 7/5 2/6 6/4 (7) Lorena Melo/Raquel Iotte (BRA)


Hall dos Campeões

Dupla Feminina Profissional ITF US$ 3 mil - Rafaella Miiller/Maraike Biglmaier (BRA/ALE)

Dupla Masculina Profissional ITF US$ 0 - Luiz Gimpel/Kuteer Vollmer (BRA)

Dupla Feminina Profissional ITF US$ 0 - Maria Ceballos/Jessica Orselli (VEN/ARG)

Dupla Masculina A - Alessandro Esteves/Carlos Faber (RJ/SC)

Dupla Feminina A - Silvia Oliveira/Ana Timtim (RJ)

Dupla Masculina B - Vinicius Nogueira/Márcio Cavaleiro (RJ)

Dupla Feminina B - Denise Cavalcante/Cláudia Conti (RJ)

Dupla Masculina C - Moisés e Lucas Alves (RJ)

Dupla Feminina C - Ana Mello/Adriane Moratore (SP)

Dupla Mista B - Marcelo Moreira/Cláudia Gomes (DF/RJ)

Dupla Mista C - Juliana Reis/Vitor Furlani (RJ)

Dupla Masculina 40+ - Alessandro Esteves/Carlos Faber (RJ/SC)

Dupla Feminina 40+ - Monica Buchele/Silvia Oliveira (RJ)

Dupla Feminina 50+ - Denise Cavalcante/Cláudia Conti (RJ)

Dupla Masculina 50+ - Murilo Júnior/João Pinho (RJ)


A etapa de Niterói tem o patrocínio da Secretaria de Esportes e Lazer de Niterói, conta com o co-patrocínio da Honda Hayasa e os apoios do Hotel Solar do Amanhecer, Prophylaxis Clinica de Vacinação e Mario Roberto Faria Advogados. O evento é uma realização da agência Have Fun e tem a chancela da Confederação Brasileira de Tênis, Federação Internacional de Tênis e da Tênis RJ.

banner
banner