X

Rogerinho celebra vivência em nível ATP e quer se firmar

Sábado, 25 de fevereiro 2017 às 14:39:54 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Ariane Ferreira -  Aos 32 anos e em boa forma, o paulistano Rogerio Dutra Silva, o Rogerinho, celebra o fato de estar cada dia mais firme nas competições nível ATP do circuito mundial de tênis. Jogando no quintal de casa, ele busca se firmar.



Leia mais:

Rogerinho e Pella revelam como se espera um rival vindo do quali

Bellucci, Feijão e Monteiro estreiam contra argentinos em São Paulo

"Eu vim me preparando e buscando sempre estar cada vez mais atuando em torneios (nível) ATP. Como você falou, tenho conseguido isso. Já vinha conquistando há alguns anos, agora tem sido mais", concordou o brasileiro coma constatação de que firmar-se no top 100 o tem garantido jogar cada vez mais os principais torneios do tênis profissional.

"Eu preciso me acostumar ainda mais ao circuito ATP. Eu ganhei alguns jogos, em torneios ATP e Grand Slams, mas estou aprendendo bastante. Espero que essa seja também uma semana muito boa", declarou ele a respeito da sua participação no Brasil Open, ATP 250 de São Paulo.

"Eu vou passo por passo. Hoje em dia o nível está muito alto. O exemplo disso é o [norueguês] Casper Ruud, que é 210, 200 do mundo e está numa semifinal de 500 [Rio Open]. Hoje em dia, está muito igual. Você olha: 'ali, no torneio, tem um top 10', mas um top 100, top 150 dá trabalho. Tem que respeitar todo mundo, porque todos estão aqui para dar seu melhor", fez questão de destacar.

Rogerinho foi derrotado pelo norueguês Casper Ruud e falou sobre a jovem surpresa do Rio Open: "Ele tem muito futuro. É um cara que não eu preciso falar dele. Ele fala por si só. Subiu muitas posições em um ano eestá numa semifinal de ATP 500 com apenas 18 anos. É um garoto com muito talento, com certeza pode chegar muito longe e certamente estará aqui batalhando muito", finalizou.

banner
banner