X

Boris Johnson anuncia afrouxamento e Djokovic deve jogar Wimbledon

Quarta, 19 de janeiro 2022 às 16:55:06 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O primeiro ministro britânico, Boris Johnson anunciou nesta quarta-feira que irá iniciar em breve a retirada das restrições contra a COVID-19 adotadas no país em dezembro, em resposta a explosão de casos com a variante Ominicrom no país.



Johnson, que está sofrendo duras críticas no país por ter realizado festas em sua residência oficial durante o período de confinamento no Reino Unido, iniciou seu pronunciamento anunciando a queda da certificação obrigatória de vacinação já para a próxima quinta-feira (27).

Segundo o ministro, as organizações no país podem seguir com a exigência de comprovantes de vacinação, porém, não se trata mais de algo do país.

A norma beneficia diretamente ao sérvio Novak Djokovic, que não está imunizado contra COVID-19 e por esta razão foi deportado da Austrália e não deverá jogar Roland Garros, caso se mantenha a decisão recente do congresso francês.

As medidas tomadas pelo governo britânico encerra de imediato a obrigação de trabalho remoto e foram tomadas porque de acordo com as autoridades sanitárias locais, o pico de infecções por COVID da variante ominicron já passou e foi superado com relativo sucesso graças a adesão da população à vacinação.

banner
banner