X

Herbert: 'Não gostaria de estar na pele do Djokovic ao descer do avião'

Terça, 04 de janeiro 2022 às 22:20:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Campeão de duplas do Australian Open e Roland Garros, o francês Pierre Herbert foi o primeiro a anunciar que não jogaria em Melbourne por não querer se vacinar. Em declarações ao jornal francês L´Equipe ele comentou sobre Novak Djokovic.



O sérvio recebeu a isenção médica e poderá jogar o torneio sem se imunizar. Herbert não quis pedir a isenção pois acreditava que não cumpria com nenhum requisito médico para obtê-la: "Não fiquei mal, é algo que não me choca, que não me surpreende. Acho que ele não é o único que recebeu isenção. Não gostaria de estar no lugar dele quando ele sair o avião. Não creio que ele receba as boas-vindas dignas de um número 1. Se sua isenção foi aceita, seria por motivos válidos. Depois de viver o rígido protocolo do Aberto da Austrália do ano passado, pensei que a resposta seria não , mas estou agradavelmente surpreso. "

O francês é um dos jogadores que se opõe abertamente à vacinação. Portanto, use este evento como um "raio de esperança" para jogadores que ainda não decidiram se vacinar. "Eu considero isso como uma pessoa não vacinada que vai trabalhar. Depois disso, digo a mim mesma que há esperança de sair de uma questão ultradivisiva. No momento, o futuro é muito sombrio para os não vacinados. É doloroso. Eu ainda não decidi tomar a vacina, e é um debate que faço todos os dias. Sei que estou dando um tiro no meu pé, mas tenho a liberdade de recusar a vacina. Quando tomei essa decisão, sabia que seria coloco em risco minhas oportunidades de viajar para a Austrália ou os Estados Unidos. Temo o momento em que algum torneio me negue a entrada após a inscrição." 

banner
banner