X

Federer brinca sobre definição de rival: 'Espero que chova amanhã'

Segunda, 05 de julho 2021 às 16:57:30 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Roger Federer, oitavo do mundo, brincou com o adiamento da definição de seu adversário de quartas de final de Wimbledon que ficou para esta terça-feira após a chuva cair e impedir o prosseguimento do duelo nesta segunda-feira.



Federer passou pelo italiano Lorenzo Sonego por 7/5 6/4 6/2 e aguarda por Daniil Medvedev, segundo colocado, e o polonês Hubert Hurkacz, 14º favorito, que estava no quarto set com 2 sets a 1 para o russo e 4 a 3 para Hurkacz na quarta parcial na quadra 2 do All England Club. Federer ganhou os três contra Medvedev e a única partida diante do polonês.

"Não é justo (jogo não ter terminado por ser em uma quadra sem cobertura), mas é o que acontece, já passei por essa situação algumas vezes", disse o suíço que depois usou o bom-humor: "Essas caras são jovens. Eles podem se recuperar. Espero que chova amanhã novamente. Estou brincando, estou brincando" (risos)", disse o suíço para a gargalhada do público na quadra central.

Caso chova, a partir de Medvedev e Hurkacz não terá problemas em prosseguir já que foi reprogramada para a quadra central que tem o teto retrátil. O duelo recomeça às 9h30 desta terça. As quartas de final serão jogadas na quarta-feira.

Horas depois, em coletiva de imprensa, Federer analisou a partida e seu torneio até aqui.

"É bom ver como o trabalho que fiz (recuperação lesão joelho) valeu a pena e que estou apto para jogar melhor de cinco sets. Não é a mesma coisa jogar cinco dias seguidos na melhor de três do que jogar a cada dois, mas na melhor de cinco. Precisa-se de atributos diferentes. O mesmo ocorre com disputas de torneios seguidos, situação que quando se é mais jovem nem se pergunta, mas no meu caso existia um ponto de interrogação bastante grande porque deveria demonstrar que realmente poderia fazê-lo. Estava disposto a sacrificar certas coisas para estar na quadra e tentar preparar meu físico para o torneio. É muito gratificante poder fazê-lo, embora veremos o quanto mais me resta no tanque. Era importante vencer em três sets, mas agora você tem que olhar para frente e pensar na próxima rodada."

Federer comentou sobre as mudanças do jogo no momento que foi mudado para a quadra coberta por conta da chuva: "Foi interessante como as condições mudaram quando o teto fechou - ficou um pouco mais escorregadio, a umidade subiu, ventava e fazia frio. Mesmo assim, o jogo ficou mais rápido. Claro, nos primeiros dias foi algo totalmente estranho para nós e por isso acho que também lutei muito contra o (Adrian) Mannarino além da vantagem que ele tirou de mim nas trocas de linha de base. Hoje, por outro lado, Sonego não conseguiu me vencer no saque: com quadra fechada é mais difícil acertar aces e, com efeito, você tem que dar mais força aos seus golpes. Além disso, meu jogo no início do campeonato não me permitiu acertar tantos aces ou dar saques vencedores quanto se esperava na grama. Por isso aprendi naquele dia e senti que progredi levando a bola mais alto e subindo para a rede.

Sobre a relação com o público que tem delirado com ele em Londres, Federer comentou: "Ainda não estou convencido de que o problema (da pandemia) está completamente resolvido e acho que há algo mais por vir. No verão passado, sentimos o mesmo com poucos casos e quando tudo parecia promissor houve um revés. Veremos como acontece agora que os estádios principais estarão lotados, embora já se percebesse quase lotado pela forma como são os espectadores, que fazem com que os jogadores e o torneio em geral se sintam tão especiais. Com certeza é incrível ver todo o público e penso em Paris, que na sessão noturna eram apenas cinco pessoas. A diferença é imensa. Por outro lado, tentei pensar em como teria sido vencer Wimbledon sem pessoas nas arquibancadas. Logicamente, eu teria sido um campeão, mas nunca teria me sentido da mesma forma. É por isso que estamos felizes em tê-lo novamente e espero que tudo continue assim. Em qualquer caso, devemos continuar a ser cuidadosos e conscientes de que estamos em uma bolha."

 

 

banner
banner