X

Bresnik avalia quem pode incomodar Nadal e Djokovic em Paris

Terça, 04 de maio 2021 às 08:25:50 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Ex-treinador de Dominic Thiem, Günter Bresnik deu uma entrevista ao Heute e comentou que para ele seu ex-pupilo é o único que pode ser candidato ao título em Roland Garros ao lado de Rafael Nadal e Novak Djokovic.



Leia Mais:

Thiem arrasa no retorno

 

Ele analisou o possível roteiro do seu ex-pupilo depois do mau início de ano: “O Dominic vai voltar em Madri mas não creio que faça um bom resultado. O seu objetivo é conseguir algo mais para Roma. Todos os grandes jogadores vão jogar lá, incluindo o retorno de Novak Djokovic, porque as condições são muito semelhantes às que teremos em Roland Garros. Se as coisas também não funcionarem em Roma, acho que Dominic jogaria em Lyon. O objetivo é bastante claro, 30 de maio está marcado em vermelho em seu calendário. É o início de Roland Garros. Ele quer ter opções para lutar pelo título," apontou Bresnik do seu ex-jogador que tem dois vice-campeonatos em Paris.

 

 

Bresnik reconhece que Thiem é o único jogador do circuito que pode comprometer o título de Nadal ou Djokovic em Paris: "No momento, existem muitas dúvidas sobre Dominic. Se ele estiver fisicamente em sua melhor forma, teremos que contar com ele como um favorito. Nos últimos cinco anos, ele sempre foi o tenista que mais perturbou Nadal e Djokovic no saibro. Se ele conseguisse chegar às rodadas finais em Madri ou Roma, saberemos que o melhor Thiem está de volta. Na minha opinião, Dominic é o único.jogador de tênis que pode realmente colocar Rafa e Nole em perigo em Paris."

No momento, Andrey Rublev é o único jogador desta temporada que conseguiu vencer Nadal no saibro. Será que ele tem opções em Roland Garros ? "Rublev não está fisicamente preparado para fazer cinco sets contra os melhores jogadores do circuito. Com o passar dos minutos ele desmaia fisicamente e já disputou muitos jogos nesta temporada".

Gunter Bresnik analisou um aspecto que o impactou muito durante sua estada no Masters 1000 de Monte Carlo, o intenso trabalho de Rafael Nadal: “Enquanto estive em Monte Carlo vi que muitos tenistas estavam entediados em seus respectivos quartos. Fiquei especialmente surpreso com a atitude de alguns dos jovens jogadores do circuito. Alguns ficaram chateados por não poderem sair. O serviço de quarto tem o mesmo número de pedidos de refeições. E o Playstation no quarto de hotel 723 funciona da mesma forma que qualquer outro outro Só uma pessoa treinava como a maioria: Rafael Nadal. Ele treinou duas horas pela manhã e outras duas horas à tarde. O dobro do resto ”.

No saibro não podemos esquecer dois jogadores que atuam perfeitamente nesta superfície: Novak Djokovic e Stefanos Tsitsipas: “Djokovic teve dois torneios ruins no saibro, especialmente em Monte Carlo, onde esteve bem abaixo do seu nível. Mesmo assim. tem que tê-lo nas piscinas para Roland Garros. Você também deve mencionar Tsitsipas. O grego só perdeu um jogo este ano no saibro. Foi contra Rafael Nadal em Barcelona em uma partida que durou três horas e 40 minutos, em uma partida em que até teve um match-point. O grego melhorou muito fisicamente e também deve ser levado em consideração nos torneios mais importantes. "

Finalmente, Gunter Bresnik falou das possibilidades de Roger Federer para Paris: "Você nunca deve subestimar um jogador de tênis como Federer. Ele é sempre perigoso quando pisa em uma quadra de tênis. Em Paris, não confio nele para ganhar muitas partidas", concluiu o treinador do ex-Dominic.

banner
banner