X

Azarenka é eliminada no Australian Open, evita desculpas, mas se irrita

Terça, 09 de fevereiro 2021 às 02:02:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Ex-número 1 do mundo e atual 13ª do ranking, a jogadora bielorrussa Victoria Azarneka foi surpreendida, nesta terça-feira, logo na primeira rodada do Australian Open, torneio pela qual foi bicampeã em 2012 e 2013.



Azarenka perdeu da americana Jesica Pegula, 64ª colocada, por 7/5 6/4 após 1h39min de duração. Ao longo da partida, a bielorrussa sofreu com a parte física e chegou a ser atendida parecendo ter problemas respiratórios. Ao término, ela não quis dar desculpas. Ela foi uma das 72 tenistas com quarentena restrita por COVID positivo em seu voo para Melbourne: "Não vou sentar aqui e dizer 'Deveria ter vindo, deveria não ter vindo ? É uma perda de tempo. Eu vim pra cá. O que aconteceu, aconteceu. Estou aqui hoje. A vida segue", apontou a vice-campeã do último US Open que se irritou ao ser perguntada sobre seus problemas físicos: "Não sei porque seguimos sendo perguntadas por questões médicas se isso sai na internet depois para todo mundo julgar. Nunca entendi a regra de que se alguém está com problemas deve dar publicamente a razão para o mundo. Acho que deveria ser mudado a menos que os jogadores queiram falar sobre isso, daí eles podem. Mas não deveria ser obrigatório. Legalmente os médicos não devem dar informações. Deveria colocar à luz uma nova regra que deveria ser ajustada para isso".

Ela foi mais uma quarentenada eliminada. Paula Badosa, Marta Kostyuk, Angelique Kerber, Maria Sakkari acabaram derrotadas na estreia.

A ucraniana Elina Svitolina, quinta do mundo e semifinalista de Roland Garros, salvou set-point para derrotar a tcheca Marie Bouzkova, 52ª, por 6/3 7/6 (7/5) após duas horas de duração. O final do jogo foi tenso com Svitolina se salvando, perdendo chances até a vitória no tie-break apertado. Ela encara a talentosa americana Coco Gauff, de 16 anos, 48ª colocada, que marcou  6/3 6/2 na suíça Jill Teichman.

 

banner
banner