X

Agência Mundial Antidoping mostra-se favorável às vacinas da COVID

Sábado, 12 de dezembro 2020 às 15:39:19 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A Agência Mundial Antidoping (WADA) emitiu um comunicado nesta sexta-feira para esclarecer seu posicionamento a respeito das vacinas já implantadas em todo o mundo para a COVID-19. A agência se disse favorável a vacinação.



O texto da WADA trata das dúvidas que diferentes atletas têm tido a respeito da lista de substâncias proibidas a partir de 1 de janeiro de 2021, divulgada no início deste mês.  "Embora existam várias vacinas desenvolvidas e implantadas e, portanto, declarações definitivas sobre suas composições sejam prematuras, os atletas podem ter certeza de que a WADA continuará monitorando todas as informações disponíveis e aconselhando-os e a outros membros da comunidade antidoping no caso de um ingrediente de uma vacina pode ser problemático", clarificou.

A agência pontua: "A saúde dos atletas é a principal preocupação da WADA durante esta pandemia e eles podem ter certeza de que, no caso altamente improvável de uma vacina poder causar uma possível violação da regra antidopagem do Código Mundial Antidopagem, a supervisão da WADA sobre quaisquer resultados subsequentes a gestão irá garantir que as vacinas e os princípios de antidopagem não entrem em conflito".

Em outras palavras, a agência pondera que apesar de serem novas as vacinas, "não há razão para acreditar que tais vacinas violariam as regras antidoping".

O comunicado ainda recorda os acordos que possui com diferentes empresas farmacêuticas, dentre elas a Pfizer, e com a Federação Internacional de Fabricantes e Associações Farmacêuticas (IFPMA), para garantir o conhecimento de todas as substâncias presentes nas vacinas.

banner
banner