X

Djokovic revela seu grande objetivo no momento: 'superar Federer como Nº1'

Quarta, 21 de outubro 2020 às 11:15:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O número 1 do mundo, Novak Djokovic, está em Belgrado, na Sérvia, onde se prepara em sua academia de tênis para a disputa do ATP 500 de Viena, na Áustria, e após um treino com o melhor juvenil local, Hamad Medjedovic, falou ao Zurnal.



A entrevista ganhou a primeira página da edição de hoje do Zurnal, e em parte compartilhada no site do jornal. Ali, o sérvio revela que seu objetivo de momento é superar as 310 semanas de Roger Federer na liderança do ranking mudial.

"Não tenho certeza ainda se vou quebrar o recorde porque também depende de [Rafael] Nadal e [Dominic] Thiem, depende de como será até o final do ano, assim como no próximo Aberto da Austrália, mas estou em uma posição muito boa", revelou ele que indiretamente acabou beneficiado pelo projeto da ATP de congelar o ranking até o fim do ano em razão da crise da COVID-19 que ocasionou a suspensão do circuito em seis meses.

"É bom para mim. Agora tenho quase 2 mil pontos a mais que Nadal, e isso é uma grande vantagem, e tentarei usar essas oportunidades", pontuou sobre a regra.

A vantagem diante de Nadal e a impossibilidade de somar pontos no Masters de Paris, já que é o atual campeão, mudou os planos do sérvio para o fim da temporada: "Não vou jogar o Master em Paris, porque não posso ganhar novos pontos lá. É por isso que estou indo para Viena e Londres [ATP Finals]. Não joguei em Viena no ano passado e posso ganhar até 500 pontos, e há muitos pontos no jogo de Londres também".

Caso mantenha a liderança do ranking mundial e finalize, como espera, o ano como número 1, NOvak Djokovic pode superar Federer em 08 de março de 2021. "Isso mesmo, posso quebrar o recorde de 8 de março. Se isso acontecer, vou dedicá-lo à minha mãe e à minha esposa", revelou.

banner
banner