X

Soares comemora vaga na 60ª final da carreira

Sexta, 14 de junho 2019 às 17:24:22 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Bruno Soares decide neste domingo, ao lado do australiano John Peers, o título do ATP 250 de Stuttgart. Neste sexta, na semifinal, eles derrotaram a parceria dos austríacos Oliver Marcch e Jurgen Melzer por 7/6(4) 5/7 10-6 e esperam os vencedores do confronto entre Rohan Bopanna/Denis Shapovalov e Nick Kyrgios/Matt Reid.



Campeão deste torneio há dois anos com o antigo parceiro, Jamie Murray, Bruno está jogando esta semana com Peers, uma semana de transição antes de iniciar a nova dupla com Mate Pavic, no ATP de Queen's.

"Começar bem na grama é sempre duro. A transição é complicada do saibro para a grama e o meu objetivo desta semana em que não estou jogando com o Mate (o croata está em evento de caridade) foi justamente esse, de chegar o melhor preparado possível em Queen's para começar esse novo ciclo com com tudo. Acabei dando sorte de jogar esta semana, de conseguir um belíssimo parceiro e estamos jogando bem. Pegamos uma chave bastante dura. Fizemos um jogo que foi no detalhe e estou muito feliz de estar nessa final e no domingo vamos para cima, para tentar sair com o caneco e com a confiança em alta," analisou Bruno.

O brasileiro disputa no domingo a 60a. final da carreira, em que tem 30 títulos. É a terceira final do ano, em que foi campeão em Sidney e vice em Barcelona, em ambos os torneios ao lado de Murray.

SOBRE BRUNO SOARES - Mineiro nascido em 27/02/1982, Bruno Soares é um dos principais nomes da história do Brasil. Ao ganhar o US Open nas duplas mistas, em 2012, se juntou ao seleto grupo de campeões de Grand Slam brasileiros, que inclui apenas Maria Esther Bueno, Gustavo Kuerten, Thomaz Koch e Marcelo Melo. Em 2014 repetiu a façanha conquistando o segundo título em Nova York. 
Em janeiro de 2016, no Australian Open, conseguiu o feito inédito de vencer o 1o. Grand Slam de duplas, com Jamie Murray e de conquistar também o trofeu nas duplas mistas, com Elena Vesnina, se tornando o primeiro brasileiro desde Maria Esther Bueno, em 1960 a vencer dois títulos no mesmo torneio.
Em setembro de 2016, ganhou o segundo Grand Slam de duplas, no US Open, em NY, se tornando a primeira parceria (com Jamie Murray), a vencer dois Slams no mesmo ano, desde os Irmãos Bryan em 2013.
No total, nas duplas Bruno tem 30 títulos de duplas no circuito e 27 vice-campeonatos e chegou ao 2o. posto no ranking mundial de duplas em 2016. É o 7o. atualmente. Encerrou a temporada 2016 como a dupla número um do mundo e a 2017, como a número 3.

banner
banner