X

Monteiro destaca mental para virada. Sorgi sai positivo após derrota

Sábado, 03 de fevereiro 2018 às 09:27:12 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O primeiro dia do confronto entre o Brasil e a República Dominicana na estreia no Zonal Americano I da Copa Davis, nas quadras rápidas do Club Deportivo Naco, em Santo Domingo, terminou empatado em 1 a 1. Neste sábado teremos todos os jogos decisivos.



O estreante João Sorgi fez um jogo duro, mas acabou superado pelo tenista número 1 do país caribenho, José Hernández. Na sequência, Thiago Monteiro, melhor brasileiro convocado pelo capitão João Zwetsch, bateu o dominicano Roberto Cid e empatou o confronto.

 

Confronto entre duplas e de simples neste sábado

 

Neste sábado, o Time Correios Brasil pode passar à frente com o duelo entre os duplistas Marcelo Melo, número 1 do ranking mundial de duplas, e Marcelo Demoliner contra Nick Hardt e José Olivares, programado para a partir das 17h (horário de Brasília). Na sequência, serão disputados os jogos de simples invertidos. Monteiro encara Hernández e, se prevalecer o empate, Sorgi define a classificação contra Cid. As partidas terão transmissão da Bandsports e do SporTV 3. 
 
Sorgi trava duelo equilibrado na abertura 
 
No duelo de abertura, o estreante João Sorgi, de 24 anos e 365 do mundo, travou um duelo equilibrado com o tenista número 1 da República Dominicana, José Hernández, de 27 anos e número 284 do ranking da ATP. O confronto só foi decidido no tie-break, com vitória do atleta local por 6/2, 4/6 e 7/6 (3), em 2h14 de partida.
 
 
Com o nervosismo típico de uma estreia na Copa Davis, Sorgi demorou um pouco a entrar no jogo. Mas, aos poucos, o brasileiro foi se soltando em quadra e chegou a ter um break point a seu favor no quinto game, que acabou salvo pelo dominicano, que ainda quebrou o serviço de Sorgi no game seguinte. Depois disso, Hernández confirmou seu saque e promoveu nova quebra para fechar o primeiro set em em 6 a 2.
 
 
Na segunda parcial, mais solto em quadra, Sorgi quebrou o serviço de Hernández também no quinto game e passou pela primeira vez à frente no placar. Na sequência, o brasileiro teve que salvar dois break points para confirmar seu saque e fazer 4 a 2. Depois, foi só ter tranquilidade e confirmar mais dois serviços para fechar em 6 a 4.
 
 
No set decisivo, Sorgi não começou muito bem e viu Hernández quebrar seu serviço no segundo game e abrir 2 a 0. Mas o brasileiro conseguiu devolver a quebra no game seguinte e confirmou seu saque para deixar tudo igual novamente. A partir daí, o duelo ficou ainda mais equilibrado, com os dois tenistas confirmando seus serviços, até que no 12o game, Sorgi foi obrigado a salvar um match point para deixar tudo igual e levar o confronto para o tie-break. Mas no tie-break pesou a experiência do dominicano, que abriu 5 a 0 de saída e fechou em 7 a 3.  
 
"Foi no detalhe, acabou escapando, muito equilibrado, foi um bom jogo, no fim ele jogou muito bem. Consegui competir bem e lutar ao máximo para tentar sair com a vitória, pena que escapou. O espírito de competição foi bom, é muito importante numa Copa Davis. A energia do capitão e do time ajudou a virar o segundo set e ir bem no terceiro, mas no tie-break ele jogou muito bem. Agora caso necessite de mim no quinto jogo vou preparado para lutar novamente", avaliou Sorgi.

 


 
 
Monteiro vence segundo jogo para deixar tudo igual
 
 
 
No segundo duelo desta sexta, Thiago Monteiro, de 23 anos e 116 do mundo, confirmou seu favoritismo e venceu Roberto Cid, de 24 anos e 468º do ranking, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (8-6), 7/5 e 6/2, em 2h18 de partida.
 
 
No primeiro set, após quebrar o serviço do adversário no quarto game, Monteiro chegou a abrir 5 a 2, mas sofreu um break no nono game e a parcial foi para o tie-break. O dominicano abriu boa vantagem no tie-break, fez 5 a 2, mas o brasileiro se recuperou, passou à frente no placar e chegou a desperdiçar um set point antes de Cid fechar em 8 a 6. 
 
 
Na segunda parcial, Monteiro conseguiu uma quebra logo no terceiro game e passou à frente. O set seguiu disputado até que, no décimo game, Cid conseguiu um break, mas o brasileiro devolveu a quebra já no game seguinte e confirmou seu serviço para fechar em 7 a 5.
 
 
No set decisivo, Monteiro reencontrou seu melhor tênis, quebrou os dois primeiros serviços de Cid e abriu 4 a 0 de vantagem. Depois disso, o brasileiro não deu chances para o dominicano e teve calma para confirmar seus saques, fechar em 6 a 2 e garantir a vitória e o ponto para o Time Correios Brasil.
 
 
"Foi um dia duro, os dois jogos foram bem parelhos devido às condições bem rápidas. O jogo do Sorgi foi bastante equilibrado, poderia ter ido para qualquer lado. E no meu, tive muitas chances no primeiro set, poderia ter concretizado antes, mas acabei desperdiçando um pouco, mas valeu a parte mental, de ficar tranquilo, de acreditar no que eu estava fazendo e virar o jogo para empatar o confronto. Amanhã temos a dupla e se precisar as duas simples. Acho que a equipe está bem unida e preparada e vamos com tudo para sairmos vitoriosos desse confronto", ressaltou Monteiro.

banner
banner