X

O 22º Slam de Serena, Bi de Murray em Wimbledon e Zika virus dominam julho

Terça, 27 de dezembro 2016 às 23:08:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Ariane Ferreira - Na sequência de nossa retrospectiva, o mês de julho, marcado por um surpreendente Wimbledon, condenação de tenistas por corrupção na Itália, Zika vírus aterrorizando a chave olímpica e vexames na Copa Davis.



Curiosidade: Ao passar o cursor de seu navegador pelo texto é possível clicar e reler as notícias com detalhes de cada fato.


O mês de julho começou com a organização de Wimbledon, pressionada pela chuva decidiu, pela quarta vez na história, colocar jogos no Middle Sunday, domingo de folga, tradicional entre a primeira e segunda semana da competição. No mesmo dia, Juan Martín Del Potro derrubava Wawrinka em sua, então, maior vitória no ano. O jovem Alexander Zverev conquistou uma vitória heroica contra Mikhail Youzhny. Enquanto pela primeira vez em sete anos, Novak Djokovic caía em um Grand Slam antes das quartas de final. Foi eliminado por Sam Querrey. Federer fez um jogaço contra Marin Cilic e se garantiu na semifinal. Milos Raonic frustrou Querrey e foi à semi. No mesmo dia, Murray chegou a sua 100ª vitória na grama. Na sequência, Raonic conquistou a grande vitória da sua carreira ao bater Federer e ir à sua primeira final de Grand Slam. Murray chegou à final com mais facilidade.

 

Antes da grande final, Murray usou sua coluna na BBC para dizer que não tinha medo de falhar. E acabou faturando o bicampeonato

 

Também teve barraco e Feliciano López declarou que o compatriota José Perlas, então treinador de Fabio Fognini, era a pessoa mais suja que conhecia. Enquanto, Del Potro brigou com Lucas Pouille, mas perdeu. Pabo Cuevas urinou em quadra e foi multado.

 

Serena Williams chegou a vitória de número 300 em Grand Slams. Dominika Cibulkova e Agnieszka Radwanska disputaram um dos melhores jogos do ano na grama. Venus Williams voltou a uma semifinal em Wimbledon após seis anos. Serena bateu Angelique Kerber e igualou recorde de Steffi Graf. Foi enaltecida pela alemã. E na sequência, com a irmã Venus, levou o título nas duplas.

 

Nas duplas, Bruno Soares e Jamie Murray venceram duelo de 5h03. André Sá caiu nas oitavas de final nas duplas mistas, mesma fase em que caiu Marcelo Demoliner.

 

Fora das quadras, Cibulkova casou-se em um modelito deslumbrante. Mais simples, mas não menos deslumbrante, Ana Ivanovic também se casou com o craque alemão Bastian Schweinsteiger. Já Victoria Azarenka surpreendeu e anunciou a gravidez de seu primeiro herdeiro.

 

Em disputas pela Copa Davis, a polêmica esteve no confronto Chile e Colômbia. Santiago Giraldo foi multado após abandonar uma partida em virtude das condições ruins em quadra. Na Colômbia, o público não perdoou Giraldo. Más condições da quadra revolta ídolos do tênis chileno que escrevem protesto.

 

Na Itália, Marco Cecchinato e Luca Vanni são condenados por corrupção no tênis.

 

Em Kitzbühel, na Áustria, o italiano Paolo Lorenzi conquistou aos 34 anos seu primeiro título ATP.

 

Fechando o mês, Djokovic foi tetra no Masters do Canadá. Marcelo Melo bateu Bruno Soares e ficou com o título nas duplas

 

Preparação final para Jogos Olímpicos:

Experiente, Francesca Schiavone declinou do convite para disputar a Olimpíada do Rio de Janeiro. Já o vice-campeão em Wimbledon desistiu dos Jogos com medo do Zika vírus. Raonic foi seguido pela romena Simona Halep. Enquanto isso, Nadal e Del Potro que eram dúvida por lesão, confirmaram vinda ao Rio. Tomas Berdych seguiu o relato de Raonic e também desistiu da Olimpíada. No Canadá, o público não recebeu bem os motivos de Raonic. Com lesão nas costas, Richard Gasquet desistiu dos Jogos. O cipriota Marcos Bagdhatis desistiu com lesão no ombro. Com lesão no joelho, o ucraniano Sergiy Stakhovsky também estava fora do Rio. Priorizando a família, Bob e Mike Bryan desistem da Olimpíada.

Bruno Soares rasgou o verbo e disse que justificativa de não vir aos Jogos por causa do Zika vírus era inconsistente. Horia Tecau seguiu o pensamento de Bruno e declarou que seria mais fácil ser sequestrado que contaminado. Djokovic tem opinião parecida a de Soares e diz que Rio é seguro.

 

Querry não acha que o tênis precise dos Jogos Olímpicos. Ao contrário dos demais esportes, o tênis liberou a vinda dos russos ao Rio. 

 

Roger Federer, surpreende e desiste da tão sonhada vinda aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e fim da temporada. Desistência do suíço, fez com que fãs desistisse de seus ingressos.

 

Frustrada com as desistências de Federer, seu parceiro de duplas mistas no Rio de Janeiro, e de Belinda Bencic, parceira em duplas simples, Hingis falou de sua frustração. Wawrinka se negou jogar ao lado de Hingis.

 

banner
banner