X

Pela 1ª vez no século, América do Sul não terá challengers no começo do ano

Terça, 08 de novembro 2016 às 16:25:44 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A Associação dos Tenistas Profissionais divulgou o calendário de janeiro e fevereiro dos torneios challengers, eventos para jogadores na faixa a partir dos 80, 100 até os 300, 400 melhores do mundo e pela primeira vez neste século a América do Sul não tem eventos.



O tradicional Aberto de São Paulo ficou por mais de uma década começando no início deste século e sempre abrindo o calendário na primeira semana de janeiro. Mas a competição foi extinta na última temporada por falta de pagamento de premiação aos atletas e até membros da organização.

Nos últimos anos torneios na Colômbia e Argentina e também um challenger no Rio de Janeiro em 2016 rechearam de oportunidades o calendário para brasileiros e sul-americanos, mas em 2017 apenas eventos na Oceânia, Europa e um evento no México serão realizados.

Confira o calendário dos challengers para janeiro e fevereiro:

2 de Janeiro

Noumea, Nova Caledônia - US$ 75 mil + H, Happy Valley, Austrália - US$ 75 mil e Bangkok, Tailândia - US$ 50 mil + H

9 de Janeiro

Canberra, Austrália - US$ 75 mil, Bangkok, Tailândia - US$ 50 mil + H

16 Janeiro

Koblentz, Alemanha - 43 mil Euros + H

23 Janeiro

Rennes, França - 85 mil Euros + H e Maui, Havaí - US$ 75 mil

30 Janeiro

Dallas, EUA - US$ 125 mil, Burnie, Austrália - US$ 75 mil e Quimper, França - 43 mil euros + H

6 Fevereiro

Launceston, Austrália - US$ 75 mil e Budapeste, Hungria - 64 mil euros

13 Fevereiro

Cherbourg, França - 43 mil euros + H

20 Fevereiro

Morelos, México - US$ 50 mil + H, Bergamo, Itália - 43 mil euros + H e Kyoto, Japão - US$ 50 mil + H

27 Fevereiro

Wroclaw, Polônia - 85 mil euros + H e Yokohama, Japão - US$ 50 mil + H

banner
banner