X

Invicto, Monteiro bate 9º francês seguido na temporada

Sexta, 22 de julho 2016 às 07:58:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Vivendo a melhor temporada de sua carreira, o cearense Thiago Monteiro, número três do Brasil e 110º do mundo, chegou a interessante e difícil marca de derrotar nove tenistas franceses na temporada 2016 após bater Gilles Simon.



A vitória sobre Simon, número seis da França, foi a décima vitória de Monteiro sobre um tenista formado em uma das mais tradicionais e vitoriosas escolas de tênis do mundo, que como nação tem nove títulos da Copa Davis. O veterano Julien Benneteau foi a vítima favorita de Monteiro, a quem derrotou duas vezes neste ano, a exemplo dos argentinos Agustin Velotti e Facundo Arguello.

Tenistas galos compõe 30% das vitórias do brasileiro no ano, 35 no total, que ainda conteve 17 derrotas no ano, três delas para o uruguaio Pablo Cuevas.

O ano de Monteiro começou no Challenger de Mendoza, na Argentina, ali venceu seu primeiro francês, Jonathan Eysseric, então 260º do mundo, nas oitavas de final e caiu na rodada seguinte. Já na terceira semana da temporada, Monteiro disputou o Challenger do Rio de janeiro, onde venceu na segunda rodada Axel Michon, então 212º. Após ficar praticamente um mês sem competir, o cearense voltou como convidado na chave do Rio Open, onde conquistou a maior vitória de sua carreira sobre Jo-Wilfried Tsonga, então nono do mundo. 

Já em maio, na campanha que lhe deu o título do Challenger francês de Aix En Provence, Monteiro venceu na estreia David Guez e na segunda rodada Julien Benneteau, respectivamente 228º e 673º do ranking da ATP à época. Na semana seguinte, ainda em terras francesas no Challenger de Bordeaux, o brasileiro venceu Adrian Mannarino, então 72º, na estreia do torneio. Três semanas depois, novamente no saibro francês, desta vez no Challenger de Lyon, Monteiro bateu Benneteau, então 586º, na estreia do torneio e Gregoire Barrere, então 231º, na semifinal. O cearense foi vice-campeão em Lyon, perdeu para o belga Steve Darcis.

A saga contra franceses ainda não havia acabado, na semana seguinte,  no Challenger de Blois, também na França, Monteiro bateu na estreia o local Calvin Hemery, então 255º. E por fim, por enquanto, veio a vitória sobre Simon, nas oitavas de final do ATP 250 de Gstaad, na Suíça.

 

banner
banner