X

Em clima de despedida, Hewitt segue buscando jogar 'no limite'

Sexta, 01 de janeiro 2016 às 11:33:15 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O ex-número um do mundo, Lleyton Hewitt, inicia oficialmente seu último mês como atleta profissional do tênis em Perth, na Austrália, onde disputa ao lado da compatriota Jarmila Gajdosova a Copa Hopman, torneio exibição entre países.



O australiano conversou com o site da competição e falou sobre o momento da parada, nos próximos passos após a aposentadoria no Australian Open em que será capitão da Copa Davis e falou também sobre o polêmico Nick Kyrgios de quem tem sido orientador e mentor.

Falando de sua preparação Hewitt contou que não há nada de diferente a ser feito para 2016. "As últimas 23 temporadas têm sido muito parecidas. Eu me orgulho de ir lá e dar tudo e tentar dar o máximo de mim", comentou.

"Mesmo que eu tenha apenas um mês no circuito, ainda quero ter o máximo de mim e me esforçar até o limite", disse Hewitt.

o australiano também comentou a parceria com o jovem compatriota Nick Kyrgios, de quem tem sido orientador desde agosto de 2015.

Sobre a emoção de viver os últimos momentos da carreira profissional em casa, Hewitt comentou: "É obvio que olhando para trás e tudo que você fez, tento aproveitar ao máximo - absorver o ambiente e os lugares o máximo possível", admitiu.

"Mas até ir a uma quadra de tênis eu não sei como lidar com isso, realmente. Para mim, que sou um competidor nato de qualquer modo e sigo indo lá, tentando colocar tudo na linha e dar um grande show", resumiu.

banner
banner