X

Organizadores defendem proibição de camisas sobre Shuai Peng

Domingo, 23 de janeiro 2022 às 05:59:37 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O caso de Shuai Peng, que vem preocupando o mundo do tênis após a chinesa denunciar caso de abuso sexual por parte de autoridade de seu país e ter seu paradeiro desconhecido por algum tempo, chegou até o Australian Open.



Alguns ativistas foram proibidos de usar camisas e mostrar cartazes com a pergunta "Where is Peng Shuai? (Onde está Peng Shuai?). Após a decisão se tornar tópico nas redes sociais, a Tennis Australia se pronunciou.

Os organizadores do Australian Open defenderam a decisão sobre a restrição imposta. "O torneio tem uma diretriz com regra bem clara, impedindo o uso de slogans e mensagens políticas", diz trecho de comunicado.

A Tennis Australia também garante que se preocupa com o caso de Shuai Peng: "É um tema essencial em nossa agenda. Seguimos trabalhando em conjunto com a WTA e toda a comunidade do tênis para que esta situação seja elucidada".

Após fazer a denúncia contra um ex-primeiro ministro chinês, no começo de novembro de 2021, Peng ficou desaparecida alguns dias. Depois, foi vista em alguns vídeos, mas os conteúdos não convenceram o mundo de que a tenista está livre.

banner
banner