X

Kyrgios rebate Ministro e volta a defender Djokovic: 'Não é uma ameaça'

Sábado, 15 de janeiro 2022 às 09:15:30 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Nick Kyrgios contestou o Ministro de Imigração da Austrália, Alex Hawke, que havia colocado Novak Djokovic como uma ameaça pela sua bandeira anti-vacina. Para o australiano, o sérvio só veio para jogar o Australian Open.



Leia Mais:

Austrália declara Djokovic como um risco a ordem civil e saúde pública

Djokovic é detido e aguarda julgamento

Hawke disse que é uma ameaça às nossas fronteiras. Não é. Neste momento, é como uma arma de destruição em massa. Ele está aqui para jogar tênis, não incomoda ninguém. Os maus-tratos ao povo de Melbourne nos últimos dois anos foram terríveis. Eu entendo a raiva por não ser vacinado e receber uma isenção médica, mas se você olhar literalmente, ele tem toda a papelada. Novak entrou em contato comigo no Instagram e me disse 'Obrigado por me defender'. Eu mesmo não esperava sair diante da mídia para defendê-lo. Como pessoa, ele se sente bastante isolado por tudo isso. É uma situação perigosa para se estar, quando você sente que o mundo está contra você, quando você sente que não pode fazer nada. Em um nível humano, você precisa do apoio de outros jogadores. Tsitsipas, entendo que você tenha seu ponto de vista sobre a vacinação. Murray, sempre politicamente correto. Nadal, tanto faz… mas onde está o seu apoio ao Novak ? Imagine como ele se sente, ele provavelmente quer algum apoio dos outros tenistas, e ele está recebendo meu apoio, que porra é essa?", soltou o australiano. 

banner
banner