X

Nadal : 'É genial estar novamente em uma final'

Sábado, 08 de janeiro 2022 às 11:29:27 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Rafael Nadal vibrou com sua vaga na final logo no primeiro torneio do ano no ATP 250 de Melbourne, na Austrália, neste sábado após bater Emil Ruusuvuori, 95º colocado, por 6/4 7/5 em pouco menos de duas horas.



Leia Mais:

Nadal alcança a final em Melbourne

Nadal sobre Djokovic: 'Tomou suas decisões. Há consequências'

Nadal não jogava desde o início de agosto em um torneio oficial por conta de uma lesão contraída no pé: "Estar na final é genial, mesmo com apenas duas partidas que fiz. Estar de volta a uma final ATP é uma ótima notícia, embora eu veja que ainda preciso melhorar muitas coisas na quadra, a única coisa que não falta é uma atitude positiva, não fico frustrado quando as coisas não funcionam não sigam meu caminho. É normal que tenha erros, é normal que às vezes fique um pouco mais lento que o normal. O último jogo foi bom para mim, acho que fiz o melhor para ter essa pausa, mas tudo é um processo. Toda a minha carreira acreditei nesse processo, sei que as vitórias ajudam, as horas na pista, tudo isso ajuda. Amanhã terei outra chance", disse o sexto do mundo que nos dois jogos feitos em Melbourne sacou para a vitória, mas foi quebrado e precisou batalhar para fechar.

Apesar de nunca ter enfrentado pelo circuuito, Ruusuvuori é um conhecido de Nadal: !Eu o conheço porque ele já esteve na Academia e já treinei com ele algumas vezes, ele esteve em Mallorca e estivemos treinando uma semana antes de começar o torneio. É muito jovem e está melhorando, tem um grande potencial, por isso desejo-lhe tudo de bom. Ele é um grande menino, esta noite acho que ele teve suas chances, então estou feliz por ter vencido um bom jogador como ele".

“Acho que foi um grande jogo, ele jogou agressivamente. É difícil chegar a uma final com apenas dois jogos , estava há muito tempo fora da competição, então você precisa de tempo para recuperar suas rotinas, para fazer os golpes automaticamente. Tentei fazer o meu trabalho, ser sempre positivo e encontrar soluções, cometi erros mas também fiz alguns pontos positivos. Preciso ser mais consistente, isso é óbvio, mas meu saque tem funcionado bem e isso me ajudou muito. Essa vitória ajuda muito, ganhei o jogo e amanhã volto a jogar. Quanto ao Emil, ele tem que melhorar, mas eu o vejo muito sério e humilde, então ele vai fazer, tenho certeza que vai ter uma ótima carreira ”.

Seu rival na decisão deste domingo às 5h de Brasília é o americano Maxime Cressy, 112º colocado, que joga sua primeira decisão na carreira: "!O que tenho visto dele é que ele está sacando muito bem, jogando muito agressivo, em condições rápidas ele é muito perigoso, então ele venceu por direito próprio estando na final depois de vir do quali. Espero jogar em alto nível amanhã e criar minhas chances".

banner
banner