X

Henman: 'PTPA não é uma ideia louca'

Quarta, 23 de dezembro 2020 às 10:37:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O ex-tenista britânico Tim Henman deu uma entrevista ao Tennis.com, onde fez um balanço da temporada marcada especialmente pela pausa do tênis devido ao coronavírus. Henman parabenizou a todos por manter o tênis em andamento, apesar das circunstâncias.



“Se você olhar nove meses atrás, acho que o tênis fez um trabalho fantástico. Foi um pouco difícil ver o grande número de jogadores envolvidos e a forma como esse calendário funciona, que você tem que estar todas as semanas voando ao redor do mundo. Acho que tem sido um sucesso à medida que esta segunda etapa da temporada se desenvolve. Agora todos estão olhando para 2021 e mais especificamente para a Austrália. Acho que estamos indo na direção certa, embora ainda haja muitos obstáculos que devem ser superar," disse o ex-top 4.

"Eu iria para a Austrália e começaria a me preparar. Agora tudo é mais complicado, já que você tem que fazer uma quarentena de 14 dias e isso fisicamente é muito difícil. É uma circunstância um tanto incomum ficar isolado em uma sala por algumas semanas e muito mais quando você é um atleta de elite. Não sei como poderia usar meu tempo para ser capaz de me manter física e mentalmente bem, mas é o que temos que viver. Depois que essas duas semanas se passarem, você voltará a uma vida normal e, portanto, começará novamente a se preparar para o primeiro Grand Slam da temporada. "

Sobre a PTPA, criada em agosto, ele afirmou: "Não é uma ideia tão maluca quando você entende o motivo pelo qual foi criado. A ATP é uma estrutura um tanto difícil composta de 50% de jogadores e outros 50% de torneios. Então, se você é o presidente dessa organização, é muito difícil ser capaz de agradar a todos. Então a ideia de jogadores terem uma representação única não é uma ideia tão maluca. Acho que não veio na hora certa, já que estávamos imersos em uma pandemia e acho que esse foi o maior problema de todo.s Se eu tivesse que dar um desejo para 2021, é que todos trabalhassem unilateralmente para fazer o tênis rodar mais, não só para os jogadores, mas também para os torneios, fãs e patrocinadores. Quanto mais as pessoas trabalharem juntas, mais forte será. esporte".

 

 

banner
banner