X

Federer quer novas exibições na América do Sul, mas não cita o Brasil

Domingo, 18 de outubro 2020 às 11:06:02 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista ao Schweizer Illustrierte, Roger Federer comentou que sua recuperação da segunda cirurgia no joelho está no caminho certo. O tenista ainda não confirma 100% seu retorno para o Aberto da Austrália, em janeiro.



"Estou indo no caminho correto. Estou voltando gradualmente, sem previsões e no meu tempo. Só decidirei voltar aos torneios quando estiver 100% fisicamente. Parece que poderei voltar no Aberto da Austrália de 2021, mesmo que ainda não esteja confirmado totalmente. Terei que ver como irá a recuperação nas próximas semanas", disse o suíço.

"Ainda não posso treinar em quadra mais do que duas horas. Atualmente estou trabalhando minha resistência e força e a verdade é que estou sem nenhuma dor. Em princípio não terei mais cirurgias".

Federer afirmou ainda sobre sua aposentadoria: "Pensei em muitas ideias, mas enquanto estiver me divertindo e competitivo no circuito, seguirei jogando o tênis. Depois disso, focarei na minha família e minha fundação e meus patrocinadores. Estou muito interessado em temas de negócios, mas não tenho nada definitivo. Não quero planejar nada ainda".

 

 

Federer disse ainda querer fazer uma nova série de exibições na Ásia e América do Sul. Apesar de ter vindo ao Brasil em 2012, o suíço não citou o país como dos que mais gostou: "Quero voltar a muitos lugares que estive. Gostaria de viajar para a Ásia e América do Sul. Gostei do México, Chile e Colômbia e queria voltar nesses. Me imagino participando de jogos de exibição, levando o tênis a lugares onde o esporte não é muito reconhecido".

Ano passado, Federer fez uma série pelas Américas e não esteve no Brasil.

 

banner
banner