X

Tsitsipas se vinga de Rublev e vai à semi em Roland Garros pela 1ª vez

Quarta, 07 de outubro 2020 às 13:21:29 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O grego Stefanos Tsitsipas, sexto da ATP, está em sua segunda semifinal de torneio do Grand Slam na carreira, após grande apresentação diante do russo Andrey Rublev, 12º, e aguarda pelo vencedor da partida entre Novak Djokovic e Pablo Carreño Busta.



Vindo de boa viória contra o búlgaro Grigor Dimitrov, Tsitsipas entrou confiante para devolver duas semanas depois a derrota que sofreu de Rublev na final do ATP 500 de Hamburgo, na Alemanha. Desta forma, precisou de 1h55 para fechar a partida em 7/5 6/2 6/3 tendo disparado o mesmo número de aces do russo, sete, cometeu as duas duplas-faltas da partida e disparou35 bolas vencedoras contra 35 de Rublev, que cometeu 23 erros não-forçados contra 17 do grego.

Em sua segunda semifinal de Grand Slam na carreira, Tsitsipas está pela primeira vez nesta fase em Roland Garros e encara o vencedor da partida entre o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Pablo Carreño Busta. 

O jogo

Repetindo a performance que lhe garantiu vitória em Hamburgo, o russo trabalhou alongando as trocas de bolas, mas buscando ter a iniciativa, assim, conquistou quebra no quinto game, abriu 4/2 e sacando para o set, onde viu Tsitsipas ser pragmático, aceitar o jogo de trocas de bolas, buscar menos variação e indo à rede em momentos importantes. Assim, devolveu a quebra no décimo game, sacou firme e com nova quebra no 12º game, fazendo 7/5 na parcial.

No intervalo dos sets, Rublev decidiu pedir a sua equipe que trocassem o encordoamento de algumas de suas raquetes. O russo também buscou aliviar a tensão da virada e voltou um pouco mais tranquilo em quadra, porém, não conseguiu pressionar o grego que abriu o set vencendo seu game de zero e vencendo pontos no saque de Rublev. Confiante, Tsitsipas manteve-se sólido no saque, pressionou e conquistou quebra com forehand na paralela no sexto game e seguiu pressionando, vendo o russo ficar na rede para ter o setpoint e fechar a nova parcial quebrando o saque do russo, que mandou a bola pra fora com backhand, pela segunda vez.

Na terceira etapa, Tsitsipas manteve o ritmo, sacou sólido, buscou definir rapidamente e chegou a quebra no quarto game, abriu 4/1 e sem ser perturbado, forçou Rublev a ir à rede para salvar um breakpoint que era match-point e sacou sólido para fechar a partida de zero.

 

banner
banner