X

Carreño aprovou desqualificação: 'Nunca esperava algo assim do Djokovic'

Domingo, 06 de setembro 2020 às 22:03:48 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Número 27 do mundo, o espanhol Pablo Carreño Busta tinha acabado de quebrar o saque de Novak Djokovic para servir para o primeiro set quando de relance soube da bolada do sérvio e ficou por vários minutos aguardando a resolução do caso.



Em entrevista após o jogo ele comentou que foi um incidente, mas que pelas regras o número 1 merecia ser desclassificado: "Não vi o momento que ele deu abolada. Estava olhando para meu treinador, celebrando a quebra. Quando voltei, a juíza de linha estava no chão. Estou muito preocupado com esse tipo de coisa assim que estava um pouco em choque. Perguntei aos colombianos que estavam na arquibancada se a bola tinha acertado a juíza e fiquei chocado. Nunca esperei um momento assim jogando contra o Novak. Assim que também foi um momento difícil para mim", disse Carreño que está nas quartas de final.

"Quando estavam falando na rede só tentei me concentrar para seguirmos jogando. Em um momento perguntei ao árbitro. O que acontece ? Foram 10 ou 15 minutos. Mas fazia um pouco de frio e necessitava estar preparado caso tivessemos que continuar. Daí finalmente o Novak me deu a mão".

 

"Não creio que tenha sido intencional. Não creio que nenhum de nós, jogadores, faça esse tipo de coisa intencionalmente. É só um momento. Quebrei o saque dele e ele lançou a bola. Creio que tenha sido falta de sorte, não é ? Não pode fazer isso, mas claro que Novak nunca, nunca quer acertar o juiz de linha. As regras são regras. Esse tipo de coisa nunca gostamos. O árbitro e o supervisor fizeram o correto, mas não é fácil fazê-lo".

 

banner
banner