X
banner

Clijsters e Murray lideram listas de convidados do US Open

Quinta, 06 de agosto 2020 às 13:20:59 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A federação norte-americana de tênis (USTA) divulgou a lista dos convidados para as chaves feminina e masculina da disputa de simples do US Open. As listas são lideradas pelos ex-números 1 do mundo, a belga Kim Clijsters e o escocês Andy Murray.



Aos 37 anos, Clijsters volta ao complexo Billie Jean King National Tennis Center, onde conquistou três dos seus quatro títulos do Grand Slam. A tricampeã do slam nova-iorquino (2005, 2009 e 2010) disputará ali seu quarto evento oficial no ano, já que antes do início da pandemia da COVID-19 disputou o WTA de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e o de Monterrey, no México. Em ambos caiu na estreia. Antes do US Open, Clijsters jogará o WTA Premier de Cincinnatti também como convidada.

O US Open foi palco da aposentadoria de Clijsters na edição 2012, numa derrota para a britânica Laura Robinson, naquela que seria então a segunda aposentadoria da belga.

Além da experiente belga, os organizadores distribuíram convites para as jovens locais Usue Arconada, CiCi Bellis, Ann Li, Caroline Dolehide,Francesca Di Lorenzo e as adolescentes Whitney Osuigwe, de 18 anos, e Robin Montgomery, de apenas 16 anos.

Na chave masculina, o também ex-número 1 do mundo, o escocês Andy Murray, é destaque entre os convidados. Campeão no US Open 2012, no primeiro de seus três títulos do Grand Slam. Murray jogou pela última vez o Slam nova-iorquino em 2018, quando caiu na segunda rodada para o espanhol Fernando Verdasco.

Além do escocês, os demais sete convites da chave principal do US Open serão para os jovens locais Ulises Blanch, Maxime Cressy, Sebastian Korda, Thai-Son Kwiatkowski, Michael Mmoh, Brandon Nakashima e JJ Wolf. O mais jovem entre os homens é Nakashima, de 19 anos. Porém o destaque é Sebastian Korda, de 20 anos, que é filho do tcheco campeão do Australian Open 1998, Petr Korda. O jovem ganhou os holofotes do tênis mundial ao conquistar o juvenil do Aberto da Austrália, justamente quando fez 20 anos da conquista de seu pai.

banner
banner