X
banner

Wimbledon distribuirá R$ 68 milhões da premiação de 2020 a 620 tenistas

Sexta, 10 de julho 2020 às 09:32:30 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A All England Lawn Tennis Club  (AELTC) acaba de anunciar o repasse de £10.066.000, equivalente a R$ 68 milhões, a 620 jogadores que disputariam a edição 2020 do torneio em suas diferentes chaves. O valor é o total em premiações prevista.



Em comunicado publicado em seu site oficial, a AELTC destaca os trabalhos sociais focados que tem exercido desde a oficialização do cancelamento da edição 2020 de Wimbledon. Os organizadores do mais importante torneio de tênis do mundo, atuaram com a doação de valores ao sistema de saúde do Reino Unidos (chamado de NHS), além de doar suprimentos preparados para a edição do torneio como toalhas, bolas e outros itens.

Agora, afirmam os organizadores, foi definido que toda a premiação prevista para a edição 2020 seja paga a todos os atletas que abrilhantariam a competição este ano. A decisão de repassar os cerca de R$ 68 milhões se deu após "discussão e análise profunda" com a seguradora do torneio. Vale ressaltar que Wimbledon recebeu o pagamento de seu seguro contra pandemias, o torneio era o único ao lado do Australian Open a pagar este tipo de seguro no circuito de tênis.

Para a definição de quem receberia o dinheiro, os organizadores de Wimbledon consideraram os rankings de simples da ATP e da WTA congelados pelas associações em março, que definiriam que seriam os 128 jogadores da chave principal e os 112 do qualificatório. Sendo assim, 224 atletas entre homens e mulher que competiriam no torneio qualificatório receberão £12.500, cerca de R$ 84.490, cada um, enquanto os 256 das chaves de simples receberão £25.000, equivalente a R$ 168.990. 

Os jogadores de duplas não estão de fora da premiação e os 60 classificados para chave feminina e masculina diretamente apenas pelos rankings de duplas, receberão £6.250, equivalente a R$ 42.250, num total de 120 contemplados. Os 16 jogadores da chave do Tênis em Cadeira de Rodas receberão cada um £6.000, cerca de R$ 40 mil. Já os quatro jogadores da chave do Quad do Tênis em Cadeira de Rodas receberão £5.000, equivalente a R$ 33.800.

Num total, 620 jogadores receberão os valores.

O diretor executivo do torneio, Richard Lewis, comentou a decisão: "Imediatamente após o cancelamento do torneio, voltamos nossa atenção para como poderíamos ajudar aqueles que fazem Wimbledon acontecer. Sabemos que esses meses de incerteza têm sido muito preocupantes para esses grupos, incluindo os jogadores, muitos dos quais enfrentaram dificuldades financeiras durante esse período e que teriam antecipadamente justificado a oportunidade de ganhar prêmios em dinheiro em Wimbledon com base em seu ranking mundial. Estamos satisfeitos que nossa apólice de seguro tenha nos permitido reconhecer o impacto do cancelamento aos jogadores e que agora estamos em posição de oferecer esse pagamento como recompensa pelo trabalho árduo que eles investiram na construção de seu ranking a um ponto em que eles teriam conseguido entrar diretamente na edição 2020”.

Pagamento a equipe de arbitragem

O comunicado de Wimbledon ainda pontua, sem especificar valores, que a AELTC trabalhou em parceria com a federação britânica (LTA) para fornecer pagamento aos árbitros de linha de cadeira que trabalhariam no evento este ano. Os valores foram pagos tanto a profissionais britânicos como internacionais, "todos altamente qualificados indivíduos que são vitais para o sucesso do torneio", ressalta a nota.

banner
banner