X

ITF divulga projeto de manutenção de empregos após cancelar 900 torneios

Quinta, 09 de abril 2020 às 16:26:03 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
A Federação Internacional de Tênis (ITF) enviou um comunicado à imprensa informado sobre as mudanças realizadas administrativamente em razão da crise da COVID-19 para manter os empregos de seus profissionais, mesmo com o cancelamento de 900 torneios ao redor do globo.

No texto, a ITF recorda que é uma organização "sem fins lucrativos" e por isso 90% dos seus lucros são revertidos em projetos de fomento e sustentação do tênis em ações espalhadas por todas as 210 nações associadas.

"A ITF está comprometida em adotar uma abordagem justa e equitativa para as várias partes interessadas afetadas pelos desafios que enfrentamos agora, garantindo ao mesmo tempo que a organização como um todo possa continuar operando de maneira eficaz. Estamos constantemente revisando nossas atividades e operações, a fim de minimizar o impacto dessa pandemia sobre as partes interessadas, jogadores, funcionários e funcionários, concentrando nossos esforços em abordar as áreas que estão sob nossa autoridade de controle", diz o comunicado.

Ressaltando que até este momento mais de 900 torneios do nível profissional ao juvenil, tanto femininos como masculinos, passando pelo circuito de Beach Tennis e Tênis sobre Cadeira de Rodas, foram adiados ou cancelados. Diante deste cenário e buscando preservar condições de saúde e também os empregos de seus profissionais, a ITF tomou algumas decisões.

"O esquema de proteção ao emprego inclui uma licença para aproximadamente metade da equipe da ITF. A equipe restante continuará trabalhando para sustentar serviços essenciais aos negócios e plataformas essenciais com uma redução de 10% no salário. A equipe de liderança [diretoria] reduziu em 20% o salário, enquanto o presidente da ITF reduziu voluntariamente em 30% o ano", explica ainda o comunicado.

A ITF ainda diz estar atuando com federações nacionais, associações e governos para a retomada do circuito o mais breve possível, dentro da segurança sanitária para todos os envolvidos.

“A situação que estamos enfrentando representa um desafio fundamental para nossa organização e nosso esporte. Nosso objetivo é garantir o crescimento a longo prazo e a sustentabilidade de nosso esporte em colaboração com nossos 210 países membros, e é por isso que estamos tomando decisões difíceis no curto prazo, para que possamos continuar a oferecer tênis para as futuras gerações em todo o mundo", opinou o presidente da ITF, o norte-americano David Haggerty.
banner
banner