X

Federer torna-se o mais velho tenista a conquistar um título no Circuito ATP

Domingo, 27 de outubro 2019 às 15:18:59 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Não fosse suficiente atingir a marca de 10 títulos na Basileia, anotando seu 103º triunfo na carreira, o suíço Roger Federer estabeleceu mais um recorde de longevidade neste domingo. E esse certamente será difícil de ser quebrado.



Aos 38 anos e dois meses de idade, a conquista na Basileia colocou Federer no posto de mais velho campeão de um torneio do Circuito ATP, desbancando o recorde anterior de 37 anos, que era dividido entre ele mesmo, com o título em Halle em 2019, o croata Ivo Karlovic com a conquista em Los Cabos 2016 e o espanhol Feliciano Lopez com o torneio de Queens em 2019.

Na Era Aberta, Federer ainda é o terceiro mais velho campeão, ficando atrás de Pancho Gonzalez, com o título em Des Moines 1972, e Ken Rosewall com o título em Tóquio 1977, ambos aos 43 anos. Os dois torneios eram parte do Grand Prix Tennis Circuit, que antecedeu o ATP Tour até sua criação em 1990.

A conquista deste domingo também colocou o suíço como segundo tenista na Era Aberta a conquistar dez títulos ou mais em pelo menos dois torneios — Halle e Basileia — apenas atrás do espanhol Rafael Nadal, com 11 títulos em Monte Carlo e Barcelona e 12 em Roland Garros. No entanto, o suíço é o primeiro a conquistar mais de 10 títulos em duas superfícies diferentes: na grama de Halle e no piso duro da Basileia.

Federer também deu mais um passo na busca pelo recorde de Jimmy Connors, maior campeão da Era Aberta com 109 títulos e 1274 vitórias. Ao conquistar seu 103º título, o suíço agora conta com 1236 vitórias.

banner
banner