X

Zverev: 'Não estou deprimido. É só um jogo de tênis'

Segunda, 21 de janeiro 2019 às 07:05:48 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Eliminado do Australian Open pelo canadense Milos Raonic com acachapantes 6/1 6/1 7/6, o tenista alemão Alexander Zverev lamentou a atuação, mas evitou choradeira e disse não estar deprimido. Ele segue sem fazer grandes campanhas em Slams.



“Agora mesmo não estou contente, mas também não estou deprimido. Estou bem, é só um jogo de tênis. Faz tempo que aprendi a tomar os jogos de tênis como são, partidas de tênis. Não é o fim do mundo. Se pensasse que seria o fim do mundo cada vez que perco um jogo, ficaria deprimido umas 15, 20 vezes ao ano, então não vou fazer isso", disse Zverev que segue sem passar das quartas em um GRand Slam apesar de já ter três títulos de Masters 1000 e um ATP World Finals.

Zverev afirmou que a quebradeira de uma raquete ao longo do jogo serviu para ficar "melhor" pois estava "muito irritado". 

"No princípio do primeiro set comecei mal, depois que me quebrou na segunda vez vi que não estava jogando bem, mas tentei, tentei voltar no terceiro, comecei a jogar um pouco melhor, mas era tarde".

O tenista comentou sobre uma possível ressaca do fim de 2018: "Pode ser que tenha um pouco de ressaca depois do fim do ano passado, foi uma temporada muito longa que não tive muito descanso, mas é assim que acontece. A temporada dura onze meses e é preciso se adaptar e descansar, estou feliz como terminou 2018, não mudaria nada".

Zverev terminará o torneio como o terceiro do mundo.

banner
banner