X

Em Vídeo, Mattek-Sands chora, ri, relembra drama da lesão e agradece apoio

Sábado, 08 de julho 2017 às 09:55:26 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Emocionada e também com seu alto astral típico, a norte-americana Bethanie Mattek-Sands fez uma ''live'' em sua página oficial no Facebook para dar uma atualizada nos fãs a respeito da grave lesão sofrida durante um jogo em Wimbledon.



A norte-americana, que saiu de quadra direto para um hospital londrino, relembrou o exato momento da lesão: "Foi no meio do jogo. Havia uma disputa. E meu joelho ''pop'' [fez barulho]. Eu ia bater na bola, então minha perna falhou e tudo começou a ficar devagar. Alguém em disse que eu cheguei a bater na bola. Eu não me lembro. Eu cai, lembro que meu joelho estava torto, eu olhei e algo estava errado (...) pensei vou tentar arrumar. Foi nesse que eu entendi que estava quebrado e enlouqueci", comentou Mattek-Sands que antes destacou que não gosta de assistir vídeos na TV que mostram lesões, nem esportivas.

Bethanie destacou que aquele foi a "mais dolorosa lesão" que sofreu.

"Eu vi fotos do meu rosto, ali estirada na quadra. Lembro de apenas me dizer: ''não olhe para a perna''", relembrou aos prantos, "mas eu já tinha feito", completou sorrindo.

"Recordo de que Sorana [Cirstea - sua adversária] chegou até mim e disse: ''Vai ficar tudo bem!''E isso é maravilhoso. Todas nós estamos competindo no circuito e algumas cresceram minhas amigas e penso que naquele momento a Sorana que estava lá era a minha amiga. Estávamos no meio do jogo. Aquilo significou muito pra mim. ela é uma pessoa maravilhosa", faz questão de destacar novamente muito emocionada.

Bethanie relembrou ainda de ter dito a um dos socorristas: "se você mexer na minha perna eu vou matar você", pois havia ouvido ''temos que arrumar a perna dela'' e se justificou: "Eu estava com dor".

A norte-americana agradeceu aos socorristas, porque no ''fim das contas'' não viu se eles colocaram sua perna no lugar. Ela ainda recordou o momento de acordar no hospital, ver sua perna reta e pensar em todo o processo de recuperação, sabendo de suas chances em Wimbledon, do torneio de duplas com Lucie Safarova. "Não sei se todos sabem, sou muito positiva. Eu sorrio muito e então tem esse momento triste. Todos sabem o quanto eu tento aproveitar a vida, estar presentes naqueles momento e ali [no hospital] eu não podia. Foi um momento duro", disse mais uma vez tomada pela emoção.

A medalhista olímpica falou por oito minutos, fez questão de destacar que está se sentindo "muito melhor" agora e volta amanhã para Nova York, onde passará por alguns médicos, mas já sabe que houve um rompimento do tendão da ''patela'' - osso da parte inferior do joelho. "Eu preciso ser submetida a uma cirurgia e estou preparada para isso".

A tenista agradeceu ao apoio recebido de amigos do circuito, de sua equipe, da parceria Safarova, "um das minhas melhores amigas", de Cirstea, Jack Sock seu parceiro na conquista olímpica e outros.

Confira o vídeo n íntegra:

banner
banner