X

Demoliner fala em ingestão acidental de substância e diz que não foi imprudente

Sábado, 21 de maio 2016 às 09:51:54 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após a ITF divulgar nesta sexta-feira que o gaúcho Marcelo Demoliner foi pego no antidoping, o atleta divulgou um comunicado em que fala de ingestão acidental do diurético, hidroclorotiazida, e destaca que nunca foi "imprudente ou negligente" na carreira.



Leia mais:

Demoliner é pego no doping, mas fica com pena mínima e volta em Roland Garros

Confira abaixo, na íntegra, o comunicado do tenista, que já está de volta às competições e disputará Roland Garros ao lado do romeno Marin Draganja.

 

"Gostaria de me posicionar a respeito do comunicado divulgado pela Federação Internacional de Tênis (ITF) nesta sexta-feira (20/05), em que informa sobre o resultado positivo para hidroclorotiazida, um diurético, em meu exame antidoping realizado durante o Australian Open, em janeiro deste ano.

O comunicado encerra o caso em questão e reflete o sólido e fundamentado entendimento do Painel Antidoping da ITF de que meu grau de culpa foi o mínimo possível, já que não tive controle sobre a ingestão dessa substância (hidroclorotiazida) em meu organismo. Além disso, restou claro para o Painel Antidoping da ITF que tal diurético não teve o objetivo de aumento de performance.

Esclareço que nunca utilizei substâncias proibidas ou que pudessem aumentar minha performance. Sempre atuo de forma diligente e cuidadosa, seja com minha alimentação, hidratação ou tratamentos médicos, conferindo e validando toda e qualquer substância com os renomados profissionais que me cercam. Em nenhum momento fui imprudente ou negligente ou usei de imperícia neste caso ou durante minha carreira.

Respeito a comunidade do tênis e do esporte, e jamais colocaria a reputação de colegas, a minha e a do tênis brasileiro em risco. Faço controles antidoping frequentemente, tendo sido testado por duas vezes nos últimos meses. Participo frequentemente de torneios Grand Slams e os maiores do mundo e tenho ciência da constante possibilidade de ser submetido a controles antidoping em competição ou fora dela, pela ITF e outras entidades.

Em respeito aos brasileiros, brasileiras, fãs do tênis e a comunidade do esporte no geral, esclareço esta situação dada a confiança e respeito depositados em mim por todos aqueles que me apoiam e acreditam no tênis brasileiro."

banner
banner