X

Aos 34 anos, Ferrer fala de aposentadoria: 'Sei que tudo tem um fim'

Sábado, 09 de abril 2016 às 14:26:56 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O espanhol David Ferrer, oitavo do ranking da ATP, é o entrevistado da edição de sábado do jornal espanhol El Mundo e por ser o mais velho do top 10 da ATP falou dentre outras coisas sobre a aposentadoria e o que planeja fazer quando deixar o epsorte



"A curto prazo, não. Eu tento olhar para o presente. Agora mesmo tenho vontade de jogar tênis e desfrutar muito do que faço. O dia em que eu perder essas vontade, seja o ranking que for, sim pararei. Sei que tudo tem seu fim. O que farei depois disso, não pensei muito sobre ainda. Apenas sei que quando eu parar de jogar quero me estabilizar em casa e não viajar tanto. levo a vida toda viajando e, por pelo menos um ano, que aproveitar com minha família", disse o espanhol de recentes 34 anos completos, que se casou ao fim da temporada 2015.

Ferrer revelou que o foco nas viagens e na vida profissional ainda não deram espaço para que ele pensasse em ter filhos. "Talvez em um ou dois anos. Ou quando minha carreira estiver em um declive e que não viaje tanto", pontuou.

Dono de uma academia de formação de atletas em sua cidade natal, Javea, Ferrer ainda não planejou o que fará após deixar o tênis profissional. "Não sei. Imagino que algo relacionado ao tênis porque estudei até o terceiro  do B.U.P (equivalente espanhol para o terceiro ano do ensino médio). Imagino que poderia estudar Educação Física ou Fisioterapia, que é algo que me interessa muito. Não sei ainda. Com 20 anos, você tem umas prioridades e agora outras", finalizou.

 

banner
banner