X

Definidos os duelos de playoffs da Fed Cup. Sharapova pode receber Azarenka

Terça, 09 de fevereiro 2016 às 12:10:26 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Na manhã desta terça-feira foi decidido através de sorteio como e onde serão realizados os playoffs dos Grupo Mundial e Mundial II da Copa das Federações, Fed Cup, torneio mais importante entre nações do tênis feminino.



As disputas serão realizadas entre 16 e 17 de abril deste ano e podem ser a última oportunidade para que tenistas garantam-se nos critérios de classificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Confira os duelos, com cidade sede e piso a definir.

Playoff do Grupo Mundial:

Rússia vs Bielorrússia
Espanha [ vs Itália 
Romênia  vs Alemanha 
Austrália  vs Estados Unidos

 

A Rússia de Maria Sharapova recebe a Bielorrússia de Victoria Azarenka. A equipe da capitã Anastasia Myskina busca manter-se no Grupo Mundial como cabeça de chave e através do sorteio ficou definidos que as russas escolhem o piso do duelo.

Já a Espanha de Garbiñe Muguruza e Carla Suárez Navarro recebe a Itália que deve contar com Roberta Vinci e Sara Errani na disputa. Está nas mãos da capitã espanhola, Conchita Martinez a escolha do piso.

Também derrotada na primeira rodada do Grupo Mundial, a Romênia de Simona Halep recebe a Alemanha de Andrea Petkovic. Cabeças de chave, as alemãs viram através do sorteio ficar definido que as romenas definirão o piso da disputa.

Por fim, duas das nações mais tradicionais do tênis se enfrentarão. A Austrália recebe e escolhe o piso para o duelo contra os Estados Unidos das irmãs Williams.

 

Playoffs do Grupo Mundial II

Sérvia vs Bélgica
Eslováquia vs Canadá 
Polônia vs Taiwan
Ucrânia vs Argentina 

Cabeça de chave, a Sérvia de Jelena Jankovic, ex-líder do ranking mundial, recebe a Bélgica que busca reviver os tempos de glória da geração Kim Clijsters e Justine Henin. As sérvias escolhem o piso.

Já a Eslováquia tem o Canadá, que é cabeça de chave, mas as eslovacas definem o piso do encontro.

A Polônia de Agnieszka Radwanska recebe Taiwan. O confronto tem as polonesas como favoritas e será realizado pela primeira vez na história da competição e por isso ficou definido em sorteio que a Polônia escolhe a superfície da disputa.

Por fim, as algozes do Brasil no regional, a Argentina, é cabeça de chave, mas vai à Ucrânia de Elina Svitolina e joga pela vaga em piso definido pelas donas da casa.

banner
banner