X

Serena se diz pronta para Melbourne: 'Estou 130%'

Sábado, 16 de janeiro 2016 às 02:36:51 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A líder do ranking feminino, Serena Williams, conversou com a imprensa em Melbourne antes do inicio das disputas do Australian Open e mesmo sem jogar um jogo oficial desde setembro de 2015 disse estar recuperada de lesão no joelho "120%" bem para defender seu título.



Leia Mais: 

Serena planeja tentar Ouro com irmã na dupla

Serena, que desistiu da disputa da Copa Hopman na primeira semana da temporada em virtude de uma inflamação no joelho disse estar bem melhor. A norte-americana comentou que encararia "fácil" duas horas de uma partida. Sobre a inflamação, ela contou que está livre do problema.
De acordo com a líder do ranking da WTA, apesar de "não ter tido a preparação que queria com jogos" antes do Australian Open, "depois de tantos anos no circuito" ela estava preparada para se focar na disputa em Melbourne.

Questionada sobre a chave difícil que teve Serena comentou: "Sempre parece que tenho uma chave dura, isso é bom. Não importa com quem eu vá jogar. Em algum ponto você vai jogar com todas. É assim que a coisa funciona", declarou ela que na sequência foi perguntada se gostaria de falar sobre sua primeira adversária (a italiana camila Giorgi) e declarou que não viu a chave e pediu ao jornalista que não mencionasse quem seria sua rival.

Serena falou que não está pensando em terminar o career slam (vencer os quatro torneios do Grand Slam) em 2016, já que mesmo não pensando sobre isso teve a possibilidade de alcançar o feito em 2015 e não pôde realizá-lo.

A norte-americana disse mais de uma vez na entrevista coletiva que não "precisa provar nada a ninguém", ao mesmo tempo que chegava à Melbourne sem nada a perder, mesmo sendo a líder do ranking feminino e atual campeã do Australian Open.

"Honestamente, eu não tenho nada a perder. Eu apenas a ganhar. Esta é a forma como olho para as coisas agora", declarou a norte-americana ao ser questionada sobre a defesa do título e a possibilidade de alcançar Steffi Graf como maior vencedora de títulos do Grand Slam na Era Open.

 

banner
banner