X

Nadal: 'Não tenho medo de falar sobre minha retirada'

Quinta, 30 de junho 2022 às 20:31:33 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Rafael Nadal fez uma avaliação positiva sobre o fim de seu jogo na segunda rodada de Wimbledon contra o lituano Ricardas Berankis, 106º, onde levou a melhor em quatro sets e cerca de três horas.



"Honestamente, não foi meu melhor começo, mas foi o melhor final. Joguei bem no final da partida, o nível do quarto set foi uma melhoria importante para mim. Tenho muito espaço para melhorias. Uma vitória a quatro sets, hoje passei três horas em quadra novamente em quadra, o que ajuda muito. Quanto ao intervalo pela chuva, faz parte do tênis, não podia reclamar. Talvez no começo eles pensaram que seria uma garoa curta e não queriam fechar o teto imediatamente, essa é a informação que tenho. Respeito isso e entendo, estamos em um torneio ao ar livre, mas a situação pode mudar, pois mudou. Acho que foi o processo certo."

Sobre a questão do COVID mais um jogador desistiu, o compatriota Roberto Bautista, somando a terceira baixa: "Existe uma realidade. Não existe mais. Um grande amigo meu, como Roberto Bautista, teve que se retirar hoje com outro caso. Quando esse tipo de coisa acontece é porque certamente há casos suficientes por aí. Eu não estou fazendo muitas coisas, simplesmente estou aqui e fico em casa, não saio de jeito nenhum. Faz parte do mundo muito exigente em que nos encontramos nos últimos dois anos. Não estou dizendo que não deveríamos fazer as coisas como de costume, porque em algum momento temos que abrir tudo de novo, precisamos ser livres e viver uma vida normal, e parece que o COVID agora é menos perigoso. Ao mesmo tempo, quando você abre tudo, esse tipo de coisa pode acontecer. Eu não posso adicionar mais."

Nadal voltou a comentar sobre a aposentadoria que até foi ventilada durante Roland Garros: "Minha filosofia é que há algumas semanas eu estava perto da aposentadoria. Agora não me sinto assim (risos). Nunca tive medo desse dia chegar. Estou feliz por ter vivido uma vida muito feliz vida fora do tênis, mais além que o tênis é uma parte muito importante da minha vida nos últimos 30 anos. Fui feliz fora dele, sem dúvida. Há muitas coisas que gosto de fazer além do tênis, não me preocupa, mas é claro que quando esse dia chegar, viverei uma mudança. Nesta vida, toda mudança requer tempo para se adaptar. É normal as pessoas falarem sobre a aposentadoria de grandes atletas, já que estão na elite por muito tempo, principalmente em esportes muito populares que fazem parte da vida das pessoas.

Por exemplo, eu adoro assistir Tiger Woods. Agora não consigo vê-lo jogar com tanta frequência. De certa forma, isso é uma mudança na minha vida também. Imagino que as pessoas pensarão o mesmo de mim, ou pensarão o mesmo que os fãs de Roger ou Novak quando não estiverem jogando: eles se tornam parte fundamental do dia a dia de uma pessoa, pois são uma inspiração."

Nadal exaltou a forma de Iga Swiatek que venceu a 37ª partida seguida e já igualou o quinto maior recorde do feminino, maior desde 1990.

"Eu mandei mensagens para ela algumas vezes porque o que ela está jogando é uma loucura. A maneira como ela consegue manter o foco e o espírito vencedor por tanto tempo é inacreditável. É difícil fazer tudo o que ela está fazendo se tornar realidade. Se não me engano ela não perde uma partida desde Indian Wells, isso é incrível (na verdade a última derrota foi em Dubai, em fevereiro). Além disso, quando ela joga bem, é muito difícil pará-la porque seus golpes são um pouco diferentes. Eles têm muita força e ela é capaz de se mover muito bem. Quando ela está confiante, vai ser muito difícil detê-la. Eu gosto bastante dela, ela tem uma atitude muito positiva e é uma lufada de ar fresco no mundo do tênis. Estou muito feliz que uma garota como ela é tão bem sucedida."

banner
banner