X

Bia Maia exalta atitude e confiança em virada no Australian Open

Terça, 25 de janeiro 2022 às 11:08:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Beatriz Haddad Maia e Anna Danilina venceram mais uma e seguem fazendo história. Disputando a chave de duplas do Australian Open, a brasileira e a cazaque superaram a sueca Rebecca Peterson e a russa Anastasia Potapova em 4/6 7/5 6/3 em 2h03 de partida, se garantindo na semifinal da chave de duplas femininas.



Leia mais:

Barty atropela mais uma vez e vai à semi do Australian Open

"Hoje foi mais um dia de luta. Começamos de novo um set abaixo, mas foi um dia positivo e de muita atitude. Acho que, cada vez mais, venho criando essa confiança interna. Nós passamos por momentos muito difíceis em todos os jogos, então isso acaba nos deixando tranquilas quando perdemos um set, porque sabemos que o jogo é longo e que tudo muda muito rápido. Hoje eu joguei abaixo, tanto no fundo quanto na rede, mas fiquei firme o jogo inteiro e não me frustrei. Sabíamos que seria um jogo duro, as adversárias são muito sólidas e pegam forte na bola, então sabíamos que precisávamos ser corajosas e ficar lutando", analisou a brasileira.

Já são oito vitórias consecutivas para Bia e Danilina, que foram campeãs do WTA 500 de Sydney na semana anterior ao Australian Open. A campanha é o melhor resultado de uma brasileira no Australian Open no Era Aberta.

Na próxima rodada, Bia e Danilina enfrentarão as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara, cabeças de chave 2 da competição. As duplas se enfrentaram em Sydney, com a brasileira e a cazaque levando a melhor. "Muito contente com essa superação, de aceitar e enfrentar. É isso o que estou buscando levar para mim para todo o resto do ano. Muito feliz por mim e pela Ana, é muito especial estar na semifinal. Agora é o momento da gente buscar o nosso melhor, de se expor, de enfrentar nossas emoções e de focar no nosso jogo. As adversárias são experientes e entrosadas, um pouco diferente das meninas que enfrentamos hoje, então é seguir desfrutando e estar sempre competitiva, que acho que é o que está fazendo a diferença", finalizou Bia.

banner
banner