X

Azarenka cutuca Djokovic, mas expõe: 'Toda situação podia ser evitada'

Quarta, 19 de janeiro 2022 às 01:33:48 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A deportação de Novak Djokovic da Austrália por não ter tomado vacina para a Covid-19 segue rendendo assunto. Desta vez, foi a vez de Victoria Azarenka, bicampeã em Melbourne, a se pronunciar publicamente.



Após a vitória diante da suíça Jil Teichmann, a bielorrussa foi questionada em coletiva sobre o imbróglio de Nole. Membro do Conselho de Jogadoras da WTA, Vika se posicionou a favor do protocolo de vacinação para o Major australiano.

“Do meu ponto de vista, está muito claro. Eu acredito na ciência e na vacinação. Não quero empurrar minhas crenças a ninguém, mas competimos em um esporte global, viajando ao redor do mundo e temos que respeitar países diferentes”, opinou Azarenka.

Djokovic pode ficar até três anos sem poder entrar na Austrália por conta do ocorrido. Azarenka aproveitou a palavra na coletiva para também opinar que o escândalo poderia ter sido contornado por atitudes diferentes de ambas as partes.

“Toda esta situação poderia ter sido evitada desde o início (...) Poderia ter sido endereçado bem antes. Ninguém foi bem nesta situação, foi um circo. Em certas coisas, a abordagem preto no branco é necessária em vez de ter algo nebuloso”, concluiu a ex-número 1 do mundo.

banner
banner