X

Medvedev: 'Estamos na Austrália. Essas são as regras do país'

Sábado, 15 de janeiro 2022 às 09:33:02 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista prévia a estreia no Australian Open contra o suíço Henri Laaksonen, o russo Daniil Medvedev, número dois do mundo, voltou a comentar sobre o caso de Novak Djokovic que será julgado novamente neste domingo para saber se pode ou não ficar no país.



"Suponho que amanhã saberemos se ele joga. Amanhã saberemos algo mais sobre o assunto porque várias decisões diferentes foram tomadas nas últimas semanas. Sobre a situação de Novak, quero dizer que estamos na Austrália, são as regras deles. Pelo que eu sei, se você tem uma isenção válida para estar no país, então você deve jogar. Se a renúncia ou outro documento for inválido, qualquer país pode negar sua entrada.

Medvedev expressou suas dúvidas sobre as razões pelas quais o visto do sérvio foi cancelado pelo Ministro de Imigração, Alex Hawke: “Ontem eles disseram não. Não li em lugar nenhum o porquê. É isso que me interessa saber: o ministro simplesmente disse que não queria? Existe uma verdadeira razão legal por trás disso? Acho que saberemos mais amanhã na apelação."

A nível pessoal: “É uma situação difícil para todos. Focando em mim, mesmo que o Novak esteja no sorteio, só vou encontrá-lo na final. Eu tenho que ganhar pelo menos seis jogos primeiro. Eu não mudaria muito minha preparação para o torneio ou uma partida em particular."

Atual campeão do US Open e finalista ano passado em Melbourne, ele destacou a confiança para jogar o torneio: "Eu diria que me deu mais confiança para qualquer torneio que joguei depois. Às vezes, antes dos torneios, eu ficava preocupado se não me sentia bem dois dias antes deles começarem. Se eu perdesse um set no treino, ficava um pouco nervoso, às vezes com raiva. Em geral, o US Open me deu muita confiança na minha vida normal e no tênis também. Sinto-me muito mais confiante do que há um ano em termos de conhecer meu jogo, do que sou capaz.”

Medvedev comentou também sobre a série do Netflix que está sendo filmada nos Grand Slams e no circuito: “Não podemos saber como vai funcionar no mundo do tênis, só saberemos quando a primeira temporada sair. Acho interessante o que a Netflix faz. Acho que é uma ótima oportunidade para atrair fãs de esportes, ou pelo menos tentar. Talvez para uma geração mais jovem, eles possam ver o tênis por dentro. Não vejo nada de negativo por enquanto. Ainda não decidi se vou fazer parte disso, depende do que isso implica. Você vai vir à minha casa ou apenas aos meus treinos? Ainda não tomei uma decisão."

banner
banner