X

ATP trabalha por mais torneios e proposta de ATP 750 ganha força

Quarta, 16 de dezembro 2020 às 11:44:10 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Na tarde desta terça-feira a ATP teria realizado uma reunião via plataforma Zoom com tenistas para explicar quais passos estão sendo dados pela mantenedora do circuito mundial, diante da pandemia da COVID-19 e suas incertezas, reporta o diário espanhol MARCA.



Na tarde desta terça-feira a ATP teria realizado uma reunião via plataforma Zoom com tenistas para explicar quais passos estão sendo dados pela mantenedora do circuito mundial, diante da pandemia da COVID-19 e suas incertezas, reporta o diário espanhol MARCA.

De acordo com o que apurou a reportagem, foi dito aos atletas que o calendário 2021 será iniciado em 4 de janeiro no ATP 250 de Delray Beach - que por mais de uma oportunidade já publicou e apagou esta informação nas redes sociais. na sequência, o circuito seguiria pata Antalya, na Turquia.

A cidade turca, como reportou o Tênis News ontem, receberá 10 torneios profissionais entre janeiro e fevereiro, sendo dois deles torneios em nível Challenger. Com a bolha formada, a segunda semana de janeiro em Antalya receberia apenas um ITF com chaves femininas e masculinas.

O torneio em Antalya seria simultâneo a disputa do qualificatório do Australian Open, que será realizado em Dubai, nos Emirados Árabes, para os homens. A alternativa apresentada pela ATP aos jogadores que não passarem no quali de Melbourne, é a que foi a adiantada pelo Tênis News também nesta terça-feira, com uma trinca de Challlengers na França (saiba mais). 
Ainda na reunião desta teria com os atletas, reporta o MARCA, a ATP teria "expressado sua preocupação com a concorrência com outros esportes e plataformas de stream como a Netflix" e por isso tem trabalhado em diferentes frentes de projetos. 

Uma destas ideias seria a criação de um já falado ATP 750 pontos, que ficaria entre os Masters 1000 e os ATP 500, assim que o calendário "voltar à normalidade". A ATP já identificou locais como Doha, no Qatar, com condições de abrigar um Masters 1000, porém, a regra trata de 9 obrigatórios no calendário , com Monte Carlo não obrigatório aos top 30, por isso, a ideia é criar um novo nível de torneios na distribuição de pontos e valor financeiro.

A ATP também informou os atletas de que está trabalhando para que tenha mais torneios em seu calendário.

banner
banner