X

Stefani lamenta vice em Ostrava, mas celebra melhor temporada

Domingo, 25 de outubro 2020 às 21:31:09 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Luisa Stefani (Tennis Warehouse), número 1 do Brasil e 36ª do mundo, foi vice-campeã, neste domingo, WTA Premiere de Ostrava, na República Tcheca, evento com premiação de US$ 593 mil.



A paulistana, primeira top 40 do país em 31 anos, e a parceira, a canadense Gabriela Dabrowski, 10ª do mundo, foram derrotadas pelas principais favoritas, a belga Elise Mertens e a bielorrussa Aryna Sabalenka, duas jogadoras no top 10, por 6/1 6/3.

Foi a maior final da tenista que mora e treina na Saddlebrook Tennis Academy, na Flórida, EUA, na carreira. Pela campanha ela voltou ao 32º lugar no ranking, seu melhor desempenho na carreira e encerra a temporada em nível internacional nas duplas.

"Infelizmente hoje não deu, jogo duro, jogamos um pouco abaixo, elas foram super bem, são duas ótimas jogadoras, vinham confiantes tanto nas simples quanto nas duplas, tiveram uma semana muito sólida. Uma pena. Mesmo assim uma ótima semana para mim, meu melhor resultado em um torneio Premiere e ainda mais na quadra coberta, uma superfície que sempre tive dificuldade por contrário do que muitas pessoas pensam, nunca gostei muito de quadra rápida coberta, então mais um degrau escalado essa semana. No geral é o fim de uma temporada incrível. Aprendi muito esse ano dentro e fora das quadras. Joguei com meninas que estão no topo do ranking tanto simplistas quanto duplistas, desenvolvi muito meu jogo. Foi um ano de trabalho duro na quarentena também. Ano complicado também fora das quadras, muitas perspectivas de todos os lados. Ir tão bem dentro das quadras é gratificante. Quero agradecer ao apoio de todo mundo e vamos seguir firmes, tenho um tempinho para descansar, refletir e pensar para o ano que vem", disse Stefani que começou 2020 como a 75ª colocada nas duplas.

Ela finaliza o ano com título no WTA de Lexington, nos EUA, e no WTA 125 de Newport Beach, nos EUA, vice-campeonatos em Ostrava, na Rep. Tcheca, e WTA de Estrasburgo, na França, semifinais no Premiere de Roma, na Itália, quartas no Premiere de Dubai, nos Emirados Árabes, quartas no US Open, oitavas em Roland Garros e no Australian Open. Desses resultados, apenas em Ostrava foi sem sua parceira fixa, a americana Hayley Carter, que encerrou 2020 após o Grand Slam da França.

Luisa vai tirar uma semana de férias. Ela passará alguns dias em São Paulo na próxima semana e joga, a partir do dia 6 de novembro, duas etapas da Copa BRB em Brasília (DF), em simples, torneios da Confederação Brasileira de Tênis.

banner
banner