X

Orgulhosa de mais uma semi na carreira, Kvitova quer voar longe

Quarta, 07 de outubro 2020 às 15:08:52 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após bater a a alemã Laura Siegmund e voltar à semifinal de Roland Garros em 8 anos, a tcheca Petra Kvitova mostrou-se feliz. A tcheca ainda elogiou as ditas "surpresas" da chave feminina e explicou as lágrimas após a vitória de oitavas de final.



"Eu me emocionou no meu último jogo. Definitivamente foram lágrimas de felicidade. Foi tudo o que tinha em mente ao ver o apoio das pessoas, que ali permaneceram quando não precisavam. Quando olho pra trás, esses últimos quatro anos foram muito difíceis, mas também felizes, é uma mistura de emoções. É difícil pra mim, nestes momentos, pensar no passado, prefiro nem pensar nisso; Quero olhar adiante e quando o torneio acabar, talvez olhar pra trás", revelou.

Kvitova foi questionada sobre a presença de surpresas nas semifinais, que tirará do duelo entre a argentina Nadia Podoroska e a polonesa Iga Swiatek uma finalista inédita de Grand Slam, enquanto de sua semi sai uma campeã de Slam já. 

"Como provavelmente vemos em todos os Grand Slam, nas últimas rodadas há esse tipo de surpresa na chave feminina. Provavelmente não é novidade. Essas surpresas têm que jogar muito bem, caso contrário não estariam nas semifinais. Ontem Podoroska Ele derrotou Elina [Svitolina] e realmente mereceu. Definitivamente, está jogando muito bem. Os argentinos gostam de jogar no saibro. Acho que ela está mentalmente confiante em seu jogo e está realmente mostrando isso", opinou.

De volta à semifinal em Paris após 8 anos, Kvitova foi questionada se hoje é uma tenista de saibro melhor que a de 8 anos e surpreendeu: "Acho que não. Penso que sou a mesma jogadora no saibro de antes, mas que me dei bem com as condições que estão aqui, fora isso, sou forte mentalmente. Jogar com quadra coberta, fechada, sol, vento, chuva, tanto faz. Estou muito feliz de após 8 anos possa estar novamente na semifinal de um Grand Slam, a primeira desde a a final na Austrália ano passado. Estou realmente feliz de ter melhorado meus resultados nos últimos anos nestes otneio. Estou orgulhosa e espero que essa jornada não tenha terminado".

banner
banner