X

Yastremska gera polêmica ao publicar foto usando 'blackface' contra racismo

Quinta, 09 de julho 2020 às 11:55:02 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Desde que a pandemia da COVID-19 atingiu o circuito profissional de tênis suspendendo suas atividades em março deste ano, a ucraniana Dayana Yastremska tem utilizado as redes sociais para apoiar causa, mas se meteu numa confusão em postagem contra o racismo



Durante os meses da pandemia, Yastremska criou sua fundação para a distribuição de alimentos para pessoas em dificuldade em sua cidade natal, criou seu próprio desenho animado para vídeo educacional sobre procedimentos sanitários e sociais em razão da COVID-19 e até gravou uma música com renda revertida à sua fundação.

Diante do movimento "Vidas Negras Importam" (Black Lives Matters) a tenista não quis ficar de fora e tentou clamar por igualdade entre as raças, mas fez isso através do uso da chamada "blackface" - na tradução literal: cara negra, que é quando uma pessoa branca se pinta para parecer negra, independente do contexto. A 'blackface' é uma prática antiga, datada do século 19, na qual atores, principalmente humoristas, se pintavam para representarem e ridicularizarem pessoas negras. Há décadas, a 'blackface' é considerada como ato de racismo.

E foi através de fotos na qual aparece com metade do corpo "pintada" de negro e a outra parte natural (branca, loira e de olhos azuis) a tenista causou revolta nas redes sociais com seu pedido de "equidade". A maioria dos seguidores buscou apenas informar a tenista de que "Fazer blackface contra racismo não é aceitável", escreveram alguns. A tenista, por sua vez, decidiu deletar a imagem e até o momento, não fez nenhum pedido de desculpas.

Mesmo assim, a internet fez questão de não esquecer o erro da atleta:

banner
banner