X

Kiefer cobra responsabilidade de jogadores que disputaram a Adria Tour

Quinta, 25 de junho 2020 às 08:26:36 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista ao site alemão T-Online, o ex-top 4 Nicolas Kiefer comentou se o resultado da Adria Tour não coloca em cheque o retorno do circuito profissional e questionou como o US Open lidará com as barreiras de fronteiras para fazer um torneio justo.



Na entrevista, o contemporâneo de Guga Kuerten afirmou que as infecções por COVID-19 na Adria Tour são "um sinal claro e um alerta para a ATP". Para Kiefer o ocorrido no torneio beneficente de Novak Djokovic terá consequências a longo prazo. "Roland Garros deve realmente ser disputado diante dos espectadores. O risco não será muito alto após esses eventos?", questionou ele.

Kiefer ainda vê um problema maior nos dispositivos desenvolvidos para barrar a série de contaminações da doença pelo mundo e que ameaça claramente a realização do US Open: "Todo jogador deve poder chegar - não se pode dizer: você está autorizado a entrar, mas não está! A essa altura todas as restrições de viagens devem ter acabado - caso contrário, isso distorceria a competição. Continua sendo um mistério para mim como a USTA (federação norte-americana) quer lidar com isso".

O ex-top 4 ainda comentou que apesar dos erros claros da organização da Adria Tour, o torneio teria sido um sucesso sem a presença do público e se tratava de uma "grande ideia". Porém, Kiefer não isentou o público presente da sua própria responsabilidade: "Era de se esperar que essa fase atual fosse levada muito a sério e que a população evitasse qualquer risco".

Sem tirar a responsabilidade dos organizadores, Kiefer também foi crítico aos tenistas que participaram do torneio-exibição: "É preciso pensar o que jogadores como [Alexander] Zverev, [Dominic] Thiem e os outros jogadores pensaram durante esse torneio. O Viktor Troicki saiu dali e foi estar com a esposa grávida. Zverev e Thiem são realmente bem aconselhados. Por que ninguém lhes diz com antecedência: 'Belo convite, mas você não está indo para lá, está?' Mas pra participar disso, você realmente tem que questionar se eles têm algo em mente além de bolas de tênis", criticou ele que atua como consultou esportivo em uma das mais importantes e tradicionais academias da Alemanha.

Por fim, Kiefer pediu responsabilidade dos atletas: "Todo jogador deve ser maduro e experiente o suficiente para avaliar a situação mais do que crítica".

 

que a

banner
banner