X

Derrota de Feliciano e Marc López em Wimbledon faria parte da máfia das apostas

Terça, 18 de junho 2019 às 09:30:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em reportagem exclusiva a respeito das investigações feitas pela Guardía Civil espanhola (equivalente à Polícia Federal no Brasil), El Confidencial coloca Feliciano López e Marc López na rota das manipulações de resultados.



A operação intitulada Oikos desmantelou uma quadrilha de apostadores que lucravam com a manipulação de resultados liderada pelos ex-futebolistas Raúl Bravo (ex-Real Madri) e Carlos Aranda (ex-Sevilla e Osasuna). Segundo as escutas realizadas com autorização da justiça espanhola, a quadrilha saiu do futebol e chegou até a mais alta cúpula do tênis mundial, na disputa em Wimbledon.

A reportagem traz o diálogo entre Aranda e um de seus comparsas no comando das apostas. Na conversa, gravada em 05 de julho de 2017, às 17h17, minutos antes do início da partida de estreia da chave de duplas entre os espanhóis Feliciano López e Marc López contra os australianos Matt Reid e John Patrick Smith.

No diálogo, Carlos Aranda dá a entender desde o princípio que seus compatriotas sairiam derrotados. Confira:

- "Tenho a informação de um jogo, você quer?", diz Aranda.

- "Sim cara, claro, que se você puder...", teria contestado o interlocutor não identificado na reportagem e investigação.

- "Quero 50% de todos os que fizerem apostas", alertou o ex-futebolista.

- "Porém, vejamos, 'quanto se pode colocar nisso?", desconfiou o interlocutor.

- "Dá pra colocar o que você quiser. É Wimbledon, criatura!", pontuou Aranda que ao ver a proximidade do início do jogo, não esperou resposta do interlocutor e disparou:

- "Feliciano López e seu parceiro vão perder nas duplas".

Minutos após a chamada, os espanhóis entraram em quadra, venceram o primeiro set e levaram a virada. Em razão da vitória no primeiro set, o jogo movimentou praticamente camuflaria a questão de combinação de resultados e seu tempo de duração movimentou muito as apostas, tanto que diversas casas de apostas na ocasião suspenderam as apostas na partida no decorrer do jogo.

Feliciano e Marc López saíram derrotados pelo placar de 3/6 7/6 (2) 6/2 6/4 e no Slam seguinte, US Open, fizeram final. Naquele mesmo ano, a dupla espanhola tinha feito final em Monte Carlo.

Naquela mesma noite, Carlos Aranda ainda ligou para um contato identificado pela polícia como "Santi" para se regojizar da informação que rendeu-lhe bastante dinheiro.

No inquérito, a Guardía Civil espanhola concluiu: "É o jogo de duplas correspondente ao torneio oficial de Wimbledon disputado em 05 de julho de 2017. A manipulação de resultado está associada a duas pessoas de grande prestígio em nível esportivo como são Feliciano López Díaz-Guerra e Marc López Tarrés".

A princípio, os dois tenistas não estão indiciados pelo caso, porém, vale ressaltar que Marc López já é investigado pelas autoridades espanholas por receber dinheiro para perder um jogo de tênis, caso veio à público em março deste ano, recorde aqui.

Tudo isto começou em outubro de 2018 quando a Guardía Civil deflagrou a operação para prender apostadores, naquele dia Feliciano López utilizou as redes sociais para ironizar um apostador, relembre.

banner
banner