X

Nadal destaca estreia dura e reafirma: 'Não sou imbatível'

Terça, 29 de maio 2018 às 14:19:07 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Rafael Nadal, número 1 do mundo, se mostrou aliviado após a difícil vitória por 6/4 6/3 7/6 (11/9) sobre o italiano Simone Bolelli, lucky-loser e pelo qual teve que salvar quatro set-points no terceiro set e sair de quebras abaixo no segundo e terceiro sets.



"Foi uma partida muito dura. Bolelli batia forte na bola com muita força e não tinha muita troca de bola. Tive que sofrer e lutar cada ponto e por sorte consegui salvar o terceiro set. Sabia que o 0/3 abaixo não era decisivo porque no saibro é possível fazer quebras e poderia recuperar rapidamente a desvantagem. Consegui logo que voltamos, mas nos games finais o jogo complicou. Em certos momentos me custava apertar e o piso estava estranho, deslizava em várias ocasiões, não sei se pela chuva ou por qual razão," disse Rafa que teve jogo de dois dias por conta da chuva. O jogo foi paralisado no 0/3 do terceiro set na segunda-feira e retomado nesta terça.

"Hoje ele não me surpreendeu, mas ontem sim. Me disseram que tinha perdido na final do quali por 6/0 6/2, não sei como pode ter ocorrido isso pois é um rival a se ter em conta e nesta superfície é mais perigoso ainda".

Ao ser perguntado o porquê de tantos triunfos no piso e em Paris, o tenista com 80 vitórias em 82 jogos em Roland Garros comentou: "As pessoas falam isso porque ganhei 10 vezes aqui, 11 em Barcelona e Monte Carlo e oito em Roma, mas não me considero invecível. A chave para meu êxito está no respeito a cada rival, vou para a quadra sabendo que posso ganhar ou perder e isso é o bonito do esporte, qualquer coisa pode acontecer".
Seu próximo rival será o argentino Guido Pella, 78º.

banner
banner