X

Retrospectiva - Agosto - Next Gen brilha no Canadá e zebras no US Open

Segunda, 25 de dezembro 2017 às 09:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O mês de agosto consolidou a gira norte-americana em piso rápido e protagonizou o brilhantismo de dois expoentes da 'Next Gen' (próxima geração) em Montreal, no Canadá. O mês ainda registrou surpresas do US Open.



Agosto iniciou-se com a triste notícia do falecimento do ex-top 22 Jeróme Golmard, aos 43 anos e com a polêmica em volta dos convites dados à Maria Sharapova a todo vapor. No primeiro dia do mês, Patrick Mouratoglou questionou a ausência de uma regra proibindo esse procedimento. A russa foi baixa em Stanford e Toronto por lesão e se recuperou a tempo do US Open.

A vice-campeã do US Open 2015, Roberta Vinci teve troféus roubados de sua casa na Itália e desabafou nas redes sociais. Já a campeã de Roland Garros, Jelena Ostapenko utilizou as redes para mostrar seu talento para o samba

Na primeira semana do mês, Thanasi Kokkinakis alcançou a primeira final ATP da carreira ao bater Tomas Berdych em Los Cabos. Título ficou com Sam Querrey. No último torneio no saibro do ano, o ATP de Kitzbühel, o alemão Philipp Kohlschreiber faturou o bi ao superar o português João Sousa. De má vontade, Nick Kyrgios foi vaiado ao desistir de jogo em Washington, cujo título corou a primeira semana de trabalho de Juan Carlos Ferrero com Alexander Zverev.

O Masters 1000 de Montreal foi o primeiro após seis anos a ter Rafael Nadal e Roger Federer como principais favoritos. Palco do incidente da Copa Davis em que Denis Shapolalov acertou uma bolada em um árbitro de cadeira, a sede do torneio em Montreal não trouxe medo ao jovem, que abriu a campanha com vitória sobre Rogerio Dutra Silva após salvar quatro match-points. Depois superou Juan Martín Del Potro, seguiu jogando muito e surpreendeu Nadal. Após vitória sobre Adrian Mannarino, Shapovalov tornou-se o mais jovem a alcançar à semifinal de um Masters e parou ali diante de Zverev.

Recuperado, Kyrgios dominou Troicki na estreia no Canadá. Ali mesmo, um fã bêbado caiu em quadra durante a partida de Grigor Dimitrov e Mischa Zverev. Já Alexander Zverev salvou match-point com 49 trocas de bolas e virou a partida. Na sequência, alemão bateu Kyrgios, acabou com o sonho de Shapolalov na semi e surpreendeu Federer na grande final.

Já em Toronto, Karolina Pliskova duvidou da idoneidade de seu nº1, mas conseguiu vencer a primeira partida após chegar ao topo da WTA, mas parou nas quartas de final contra Caroline Wozniacki , que ficou com o vice-após levar pneu de Elina Svitolina, que tinha frustrado Halep na semi.

Em trecho publicado de biografia oficial, Sharapova revelou porque Serena Williams a odeia. Ainda fora das quadras, Victoria Azarenka foi proibida de sair da Califórnia com o filho pela justiça norte-americana.

Federer sentiu dores nas costas, desistiu do Masters de Cincinnati e colocou Nadal no Nº1. Nishikori também desistiu do torneio lesionado, assim como já haviam feito Marin Cilic, Stan Wawrinka, Andy Murray, Milos RaonicGael Monfils. Pablo Cuevas foi papai pela segunda vez e também foi baixa do torneio.

Esvaziado e com apenas três top 10, Cincinnati vê Zverev cair rapidamente, assim como Nadal, que saiu reclamando da bola do torneio.  Dimitrov brilhando, com vitória sobre Del Potro, superou John Isner e em sua primeira final de Masters, bateu Kyrgios, que no torneio relembrou conselhos antigos dados por David Ferrer e que o ajudou.

Na chave feminina, Halep, Angelique Kerber, Svitolina e Wozniacki, iniciaram torneio brigando pelo número 1. Surpreendendo, Garbiñe Muguruza conquistou o título em Cincinnati ao bater Halep e assumiu a liderança do ranking mundial.

Na semana seguinte, o ATP de Wiston Salem, viu Thiago Monteiro despachar Alexander Dolgopolov, mas o resultado passou a ser investigado e ucraniano criticou a imprensa por dar a informação. Título do torneio ficou nas mãos de Roberto Bautista Agut.  No circuito feminino, Daria Gavrilova ficou com título em New Haven.

US Open vai na contramão dos demais torneios e dá convite à Sharapova, mas ignorou Shapovalov, que jogou o quali, surpreendeu e fez terceira rodada, vencendo nomes como Jo-Wilfried Tsonga

O Slam nova-iorquino começou com a baixa de Murray após sorteio das chaves, o que provocou mudanças no quadro. Torneio tinha como ponto de foco brigas pelos número 1 no tênis masculino, entre Nadal e Federer, e feminino. Pela primeira vez em 12 anos, Ferrer caiu na estreia de um Grand Slam. Sharapova teve uma estreia espetacular diante de Simona Halep e praticamente a tirou da briga pelo nº1 naquela semana. A chuva foi problema e Ostapenko precisou de 5 horas para vencer seu jogo.  Thomaz Bellucci foi eliminado na estreia por Dustin Brown. Monteiro caiu em batalha de cinco sets. Zverev caiu na segunda rodada. Dimitrov foi surpreendido por Andrey Rublev. E a competição entrou em setembro a dentro.

Desistência de Murray foi questionada por diferentes jogadores, dentre eles Nadal.

Aos 46 aos, Kimiko Date anunciou aposentadoria do tênis.

 

 

banner
banner