X

Com Kyrgios como testemunha, Bouchard tem julgamento marcado contra USTA

Segunda, 11 de dezembro 2017 às 15:31:33 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Ex-top 5 mundial, a canadense Eugenie Bouchard irá ao Tribunal em fevereiro do ano que vem em ação que move contra a USTA, Associação do Tênis nos Estados Unidos, em acidente sofrido durante o US Open de 2015.



O julgamento será em Nova York e vai durar em torno de dez dias. A tenista acusa a USTA de negligência por deixar o solo molhado. Ela escorregou na sala de fisioterapia, bateu a cabeça e sofreu uma concussão após jogo de dupla mista e teve que se retirar da competição a seguir nas oitavas de final.   

O julgamento começa no dia 20 de fevereiro e a jogadora busca reparo nos danos e gastos que teve por conta dos problemas físicos decorrentes do acidente. 

A jogadora elegeu 33 testemunhas os quais estão sua mãe Julie LeClair, seu empresário, John Tobias, o tenista Nick Kyrgios que jogava dupla mista com ela na ocasião.

A USTA promete apresentar várias publicações nas redes sociais de Bouchard sobre o tema para defesa. A jogadora alega que havia uma susbstância escorregadia no chão e não houve aviso por parte da organização e que asala deveria estar fechada. 

 

Ela é a atual 82 do mundo e em 2014 foi vice-campeã de Wimbledon.

banner
banner